(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Concelho de Lagos passa a ter recolher obrigatório este fim-de-semana. Novo Estado de Emergência apresentará medidas mais restritas

Concelho de Lagos passa a ter recolher obrigatório este fim-de-semana. Novo Estado de Emergência apresentará medidas mais restritas

Depois de várias semanas com a designação de "Risco Moderado", o concelho de Lagos volta a ser considerado concelho de "Risco Elevado" para efeitos de perigo de contágio da pandemia de COVID-19. Apenas cinco concelhos algarvios "escaparam" às novas restrições para este fim-de-semana.

Tal significa que, para já, no próximo fim-de-semana de 9 e 10 de Janeiro de 2021, é proibida a circulação na via pública depois entre as 13:00 e as 05:00 horas da madrugada. Além disso, fica também interdita a circulação entre Lagos e outros concelhos.

As novas restrições a par deste Estado de Emergência, que abrangerão os concelhos classificados como zonas de "Risco Elevado", "Risco Muito Elevado" e "Risco Extremamente Elevado", foram anunciadas nesta Quinta-feira, dia 07 de Janeiro de 2021, pelo Primeiro-ministro António Costa, após reunião do Conselho de Ministros.

À data, esta é a lista dos sete concelhos do Algarve considerados de "Risco Elevado", com 240/479,9 casos de infecção por cada 100 mil habitantes:

Castro Marim

Lagos

Loulé

Olhão

Portimão

São Brás de Alportel

Silves

Por outro lado, são considerados concelhos de "Risco Muito Elevado", com 480/959,9 casos de infecção por cada 100 mil habitantes:

Albufeira

Faro

Vila Real de Santo António

Com a designação de "Risco Extremamente Elevado":

Tavira

No Algarve, há cinco concelhos de "Risco Moderado", os quais não estão sujeitos, para já, a medidas restritivas no âmbito da pandemia, sendo estes:

Vila do Bispo

Monchique

Aljezur

Lagoa

Alcoutim

Por enquanto, ainda são desconhecidas as medidas decorrentes deste novo Estado de Emergência, que irá vigorar entre 8 e 15 de Janeiro.

José Manuel Oliveira

Marta Ferreira

  • PARTILHAR   

Outros Artigos