(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir

CCDR Algarve aprovou Plano de Eficiência ECO.AP 2030 para triénio 2022-2024

CCDR Algarve aprovou Plano de Eficiência ECO.AP 2030 para triénio 2022-2024

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) da Região do Algarve aprovou o Plano de Eficiência ECO.AP 2030 para o triénio 2022-2024, que prevê a redução do consumo de recursos energéticos, hídricos e de materiais e das emissões de gases de efeito de estufa (GEE), com o aumento da incorporação de fontes de energia renováveis em regime de autoconsumo e da participação da CCDR na melhoria da eficiência de recursos e a redução.

Este documento dá cumprimento ao previsto na Resolução do Conselho de Ministros n.º 104/2020, de 24 de Novembro, que aprova o Programa de Eficiência de Recursos na Administração Pública para o período até 2030 (ECO.AP 2030), assim como as orientações e políticas internas que visam melhorar os indicadores referentes aos seis objectivos prioritários do Plano, ao longo do período de vigência:

Objectivo 1 - Concluir a certificação energética dos edifícios abrangidos pelo Sistema de Certificação Energética dos Edifícios (SCE), nos termos dos Decreto-Lei n.º 101 -D/2020, de 7 de Dezembro;

Objectivo 2 - Aumentar a Incorporação de Energias Renováveis no Consumo Final de Energia através soluções de autoconsumo e armazenamento;

Objectivo 3 - Aumentar a Eficiência Hídrica;

Objectivo 4 - Aumentar a Eficiência Material;

Objectivo 5 - Capacitar e Sensibilizar os trabalhadores sobre a eficiência energética, hídrica e de materiais:

Objectivo 6 - Comunicar a Estratégia da área governativa no âmbito ECO.AP 2030; medida: promover acções de divulgação dos objectivos, metas, planeamento e resultados ao abrigo do ECO.AP 2030.

Nos dois Edifícios onde actualmente desempenha a sua missão – Edifício na Praça da Liberdade e Palácio Doglioni, ambos em Faro –, com a implementação deste Plano, a CCDR pretende reduzir em 20 % os custos de funcionamento em energia e em 7 % a emissão de gases com efeito estufa. O Plano poderá ser consultado aqui.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos