(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Novas casas de apoio aos pescadores e actividades económicas inauguradas esta manhã em Olhos de Água

Novas casas de apoio aos pescadores e actividades económicas inauguradas esta manhã em Olhos de Água

São 13 casinhas de 3mx3,80m em pinho nórdico, pintadas de azul e branco com tela verde asfáltica por cobertura, que foram inauguradas esta manhã às 09h30, na Praia de Olhos de Água.

A par destes apoios aos pescadores e às suas atividades económicas, o “cantinho” privilegiado de Olhos de Água, como lhe chamou a presidente da Junta de Freguesia de Albufeira e Olhos de Água, Indaleta Cabrita, beneficia também de um miradouro e de uma nova casa do Guincho. Estas casas possuem um avançado e o ponto relevante é que nas traseiras das mesmas foi feito um muro de suporte às falésias e uma estrutura apropriada para os escoamentos das águas pluviais. Esta obra significou um investimento por parte da Câmara Municipal de Albufeira e da Junta de Freguesia de Albufeira e Olhos de Água na ordem dos 200 mil euros.

Indaleta Cabrita não escondeu a satisfação por ver aquele largo tão paradigmático da Freguesia agora renovado e apelou aos pescadores para que as usem exclusivamente “para as suas atividades de faina” e que as estimem. Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Rolo, reforçou as palavras da autarca, dizendo que “ isto dignifica o espaço que é um cantinho cheio de significado para os moradores daqui, para os pescadores e para os turistas”. Falando para cerca de uma centena de convidados presentes, o movimento de veraneantes foi-se avolumando com o decorrer da manhã, passando à frente das novas casas, para contentamento do autarca, que logo referiu: “agora vão aos banhos da manhã, depois vão visitar os olheiros de água doce e de certeza que ainda hoje vão fazer destas casas o fundo das suas selfies, e vão subir as escadas do miradouro para perpetuar a beleza deste espaço”. O edil frisou ainda que “Albufeira tem 99% de coisas boas e o 1% de defeitos, que estão a ser minimizados”. José Carlos Rolo enalteceu o trabalho dos técnicos e do Vereador responsável pela área do mar, Cristiano Cabrita, salientando a grande importância das obras ali feitas, especialmente ao nível das infraestruturas. Posteriormente, Cristiano Cabrita referiu que se tratou de uma projeto que foi sendo desenvolvido ao longo de cerca de três anos e que neste momento estão atribuídas cinco casas. As restantes serão a breve prazo, sendo que Cristiano Cabrita quer ver “o cunho cultural do espaço também presente neste local, além da preservação da identidade piscatória de Olhos de Água”.

Refira-se que no lugar das novas casas existiam 16 apoios, já em estado avançado de degradação. Olhos d’Água é, de resto, uma vila piscatória de longa tradição e de grande fama pela quantidade e qualidade da sardinha, pelo que não faltaram ao momento os velhos “lobos-do-mar”, como Vitor Cavaco, de 73 anos de idade, nascido numa das casas voltadas para o mar, e que se fez àquelas águas quando tinha apenas seis anos de idade, pela mão do pai. Hoje, reformado, não segura as lágrimas ao recordar a sua velha traineira, mas ainda se dedica à apanha de choco e lula. Isaurinda Lores, campeã de pesca em campeonatos internacionais, de 76 anos de idade, assegura que depois do luto pelo marido, regressa no próximo mês de outubro aos campeonatos internacionais. Os pescadores têm orgulho nesta mulher, que anda entre o perfil de pescadora e de atleta, mas também de “mulher de armas” e de comércio. Arquimínio Gomes, de 63 anos de idade, tem parte da família na pesca. “Há cerca de 15 anos, tínhamos aqui 16 barcos, mas agora só temos três barcos grandes para redes de cerco e duas pequenas traineiras, a chamada pesca artesanal”. Mesmo assim, as quantidades de peixe são excelentes, levadas depois nas suas carinhas para as lotas de Albufeira e Quarteira. “As embarcações pequenas trazem às duas e três caixas, ao passo que as grandes pescam na ordem das 300 a 400”, assegura Arquimínio. Sardinhas, besugos, cavalas e sargos, é o peixe que neste momento mais surge nas redes, pelo que a Festa da Sardinha do próximo fim-de-semana (dias 10, 11 e 12) promete “excelente peixe, mesmo bom, porque este continua a ser um porto de pesca com grande importância em Albufeira”, rematou aquele “lobo-do-mar” de Olhos de Água.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos