(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

No Dia da Europa o ALGARVE 2030 promoveu visita ao Projeto de Otimização da Eficiência Energética da Piscina Municipal de Silves

No Dia da Europa o ALGARVE 2030 promoveu visita ao Projeto de Otimização da Eficiência Energética da Piscina Municipal de Silves

Os fundos europeus desempenham um papel crucial na promoção da eficiência energética na região do Algarve, bem como em toda a União Europeia. Estes fundos são direcionados para financiar projetos e iniciativas que visam melhorar a eficiência energética em edifícios, transportes, produção de energia renovável e outras áreas relacionadas.

Dedicado a este objetivo estratégico de promover a eficiência energética e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, o Algarve 2030, no atual período de programação, reforçou cerca de 8 vezes o valor contemplado no período transato, apresentando agora uma dotação de 24,8 milhões de euros.

A mobilização deste objetivo, em linha com os compromissos de Portugal na transição climática, visa apoiar ações na área da Descarbonização da Administração Pública Local e das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), que se pretendem exemplares no estímulo de uma utilização mais eficiente dos recursos, com redução de consumos de energia primária e redução das emissões de GEE.

Neste contexto, destaca-se o projeto de eficiência energética das Piscinas Municipais de Silves, uma iniciativa do Município de Silves em parceria com a AREAL, com um investimento total elegível de 340.905.00 € e cofinanciado em 272.724.00 € pelos Fundos Europeus geridos na Região, no âmbito do CRESC ALGARVE 2020.

O projeto foi hoje apresentado em visita, no âmbito das comemorações do Dia da Europa promovidas pela CCDR Algarve conjuntamente com o Município de Silves, o Europe Direct e o Programa Regional Algarve 2030.

A operação visou a requalificação de parte dos equipamentos das Piscinas Municipais de Silves, bem como a instalação de equipamentos que utilizam fontes de energias renováveis, apostando em medidas para a diminuição de consumos através da substituição de equipamentos por outros mais eficientes e utilização de sistemas solares (solar térmico e fotovoltaico).

A implementação destas medidas traduziu-se numa poupança energética de 42%, sendo hoje um projeto de referência para outros municípios da região em instalações similares.

O investimento dos fundos europeus nestas ações, seguem o princípio da “prioridade à eficiência energética”, procurando reduzir o consumo de energia e as emissões de gases de efeito estufa e contribuindo para o desenvolvimento econômico sustentável da região.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos