(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Município reclama intervenções urgentes na barra do porto de Lagos e estruturas contíguas

Município reclama intervenções urgentes na barra do porto de Lagos e estruturas contíguas

A Câmara Municipal de Lagos endereçou à tutela e às entidades da administração central responsáveis pela jurisdição portuária, uma comunicação escrita alertando, uma vez mais, para a necessidade de intervenções urgentes na barra do porto de Lagos e no pontão contíguo ao Forte Ponta da Bandeira e ao cais da Solaria.

Da Secretaria de Estado do Mar chegou a resposta segundo a qual a dragagem do porto de Lagos está prevista no Plano Plurianual de Dragagens dos Portos do Algarve 2024-26, aguardando a conclusão do Estudo de Incidências Ambientais e, só depois, seguirá para lançamento de contratação pública e realização dos trabalhos. Considerando que o próprio Plano identifica a necessidade de se proceder anualmente à dragagem da barra e do anteporto, a Câmara encara com apreensão o arrastar desta situação. Relativamente à obra marítima no pontão, o panorama não é mais animador, uma vez que apesar de estar identificada na lista prioritária de intervenções da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), ainda não existe estudo específico elaborado ou sequer contratado.

O município vai, por isso, continuar a sensibilizar as entidades competentes para que seja imprimida maior celeridade à tramitação destes processos, cuja concretização é fundamental para garantir as infraestruturas exigidas num território que tem no mar um dos principais recursos, em torno do qual se organiza a comunidade e economia. A autarquia concretiza as suas reivindicações, exigindo: a realização de uma peritagem ao local; a reavaliação dos molhes da barra de Lagos e respetiva intervenção; as necessárias e urgentes obras de recuperação do pontão contíguo ao Forte Ponta da Bandeira e do cais da Solaria; assim como a premente operação de dragagem da barra e do canal da ribeira de Bensafrim para que o acesso, navegação e saída do porto decorram em condições de segurança.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos