(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Revelados os vencedores da 10ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola

Revelados os vencedores da 10ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola

O Crédito Agrícola revelou ontem os vencedores da 10ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola, que voltou a distinguir o que de melhor se faz em Portugal nos sectores agrícola, agro-alimentar e florestal nacional, em prol da sustentabilidade.

A cerimónia de entrega de prémios decorreu no auditório da Torre do Tombo, em Lisboa, integrada numa iniciativa da Rede Rural Nacional sobre a nova PAC, e contou com a participação da Ministra da Agricultura e Alimentação, Maria do Céu Antunes, e do Presidente do Grupo Crédito Agrícola, Licínio Pina.

Na 10ª edição deste concurso, o enfoque das categorias foi para os desafios do sector e de que forma os projectos permitem dar resposta à transição energética e neutralidade carbónica, aos stresses bióticos e abióticos, à valorização de recursos endógenos e à segurança alimentar e nutricional.

Na categoria Transição Energética e Neutralidade Carbónica, venceu o projecto FiberLoop, o primeiro sensor de temperatura e humidade que utiliza fibras ópticas para detectar fugas de água com uma precisão de apenas um metro.

O prémio para a categoria Resposta a Stresses Bióticos e Abióticos foi entregue ao TrunkBioCode, biossensor para a detecção de Doenças do Lenho em Videira (DLV) in loco, utilizando uma quantidade de material vegetal ínfima, sem comprometer a viabilidade da planta.

Na categoria de Valorização de Recursos Endógenos, venceu a BioGrowth Pods, com um projecto de sementeiras biodegradáveis feitas de um biocompósito de fibras naturais obtido a partir de resíduos agrícolas da Região Autónoma da Madeira, como uma alternativa sustentável às bandejas e sacos de plásticos descartáveis utilizados na Agricultura.

Por fim, na categoria de Segurança Alimentar e Nutricional, o prémio foi entregue a ImproVITA, produtora de um conservante alimentar natural que prolonga significativamente o efeito de antioxidantes e, consequentemente, aumenta o prazo de validade de frutas e legumes cortados, chamados produtos IV gama, e de sumos naturais.

Adicionalmente às quatro categorias a concurso, juntam-se mais três distinções.

O Cultivo Sustentável de bivalves da Oceano Fresco, que se foca na produção de bivalves com escala e de forma sustentável e inovadora, através da instalação do primeiro viveiro de amêijoas em mar aberto do mundo, foi eleito como Projecto de Elevado Potencial promovido por Associado Crédito Agrícola.

A Menção Honrosa Jovem Empresário Rural foi atribuída à Kropie, a plataforma online que reúne informações de estações meteorológicas, análises de solo e do ar, satélites e drones numa única plataforma para a gestão urbana, agrícola, vitivinícola e florestal.

E a distinção BfK Award by ANI recaiu no projecto da cLabel+: Clean Label que se dedica à transformação de açúcares calóricos (sacarose) em açúcares saudáveis de alto valor funcional (prebióticos) nos alimentos finalizados (in situ).

O Prémio Empreendedorismo e Inovação do Crédito Agrícola é organizado pelo Crédito Agrícola, em parceira com a P-BIO e conta com o Ministério da Agricultura e Alimentação, como parceiro institucional.

A iniciativa e os projectos premiados podem ser consultados em www.premioinovacao.pt.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos