(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2023 - Formações Profissionais

As tipologias de casas mais procuradas em Portugal

As tipologias de casas mais procuradas em Portugal

  • No Algarve predomina a procura por moradias para segunda habitação, com piscina e terraço;
  • Moradias com três assoalhadas e piscina são o foco da procura no Oeste; 
  • No Porto a procura recai sobre moradias que rondam os 300 metros quadrados;
  • Em Lisboa, contrariamente ao resto do país, a procura recai sobre apartamentos. 

Segundo os dados divulgados pela Engel & Völkers no seu Market Report Portugal, um relatório que analisa as transações imobiliárias intermediadas pela multinacional alemã relativos ao período 2020-2021, é possível concluir quais as tipologias de casas mais procuradas por região em Portugal.

Na região do Algarve, a procura recai sobretudo em casas para segunda habitação, nomeadamente de investidores estrangeiros. Predomina a procura por habitações térreas, com cerca de três assoalhadas com terraços e piscinas.

Em Albufeira, a procura concentra-se sobretudo em moradias V4 com piscina, jardim e vista para o mar e com dimensões que rondam os 250 metros quadrados. São também procurados apartamentos T2, com dimensões entre os 90 e os 140 metros quadrados com terraços. Já em Faro, a procura recai sobre as habitações de três assoalhadas.

Por sua vez, em Portimão, os dados revelam uma predominância na procura por moradias com dimensão média de 284 metros quadrados e quatro e cinco assoalhadas, o que indicia que estas se destinam a famílias. No entanto, na freguesia de Portimão verifica-se também uma procura acentuada por apartamentos de duas, três e quatro assoalhadas.

Já em Vilamoura, há uma predominância na procura de moradias, de preferência com dimensões que rondam os 300 metros quadrados, V3 e V4, com jardim, grandes terraços e piscina. Em Vilamoura verifica-se também uma forte procura por apartamentos, mas os investidores não abdicam dos terraços generosos.

Na região do Oeste, mais concretamente em Óbidos e Caldas da Rainha, há uma forte procura por moradias, que rondam os 250 metros quadrados, com três assoalhadas e piscina. Em todas as outras zonas urbanas a escolha recai sobre apartamentos, com áreas compreendidas entre os 100 e os 200 metros quadrados.

O Porto distingue-se por ter uma elevada procura de propriedades tipo moradias, inclusivamente no centro histórico. No caso de Nevogilde e na Foz do Douro, destaque para as dimensões procuradas, predominantemente 300 metros quadrados. Em Cedofeita, a procura centra-se em áreas entre os 130 e 150 metros quadrados.

Ao contrário do que acontece nas outras regiões do País, em Lisboa predomina a procura por pequenos apartamentos com áreas relativamente pequenas, compreendidas entre os 39 e os 150 metros quadrados.

“Em Portugal, verifica-se uma maior procura por moradias a rondar os 300 metros quadrados, em detrimento de apartamentos. A procura por apartamentos verifica-se sobretudo nas áreas metropolitanas. No Algarve são procuradas sobretudo moradias que se destinam a segunda habitação, essencialmente por investidores estrangeiros que encontram em Portugal excelentes condições climatéricas, segurança e um baixo custo de vida, comparativamente a outros países europeus” refere Juan-Galo Macià, Presidente da Engel & Völkers para Espanha, Portugal e Andorra.


Sobre a Engel & Völkers em Portugal

Presente em Portugal desde 2006, a Engel & Völkers dispõe de uma rede de agências imobiliárias direccionada para o mercado de luxo, com operações em Lisboa (Avenida da Liberdade e Restelo), Cascais e Estoril, Sintra, Litoral Alentejano - Comporta, Porto, Vila Nova de Gaia, Leiria - Oeste, Braga - Guimarães e Algarve (Lagos, Portimão, Carvoeiro, Albufeira, Vilamoura, Quinta do Lago, Faro e Tavira).

Sobre a Engel & Völkers

A Engel & Völkers é uma das empresas de serviços líderes mundiais especializadas na mediação de propriedades residenciais premium, imóveis comerciais, iates e aeronaves executivas. Desde há 40 anos que os desejos e necessidades dos clientes privados e institucionais têm sido a prioridade máxima da empresa, dando origem ao desenvolvimento contínuo de uma gama de serviços relacionados com todos os aspectos do sector imobiliário. As vendas e arrendamentos, bem como a consultoria para várias oportunidades de investimento no segmento imobiliário estão entre as competências chave de mais de 15.000 pessoas que operam sob a marca Engel & Völkers. A empresa está actualmente a operar em mais de 30 países nos cinco continentes. Os cursos de formação intensiva na Academia própria e o elevado nível de garantia de qualidade que rege a sua prestação de serviços são fatores chave que contribuem para o sucesso da empresa. A Engel & Völkers desenvolve numa base contínua ferramentas digitais e produtos de TI, de modo a manter o seu serviço tão eficiente quanto possível. Ao fazê-lo, a empresa está a estabelecer novos standards em soluções digitais para a mediação de propriedades. www.engelvoelkers.com.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos