(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

Tese de doutoramento da Universidade de Coimbra recebe prémio internacional

Tese de doutoramento da Universidade de Coimbra recebe prémio internacional

A tese de doutoramento de Vanessa Magalhães, professora do Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), uma investigação em gestão responsável, foi reconhecida internacionalmente pela EFMD Global com a atribuição do 2022 Outstanding Doctoral Research Award (ODRA).

A investigação premiada foi desenvolvida tendo como principais objectivos «contribuir para a compreensão do fenómeno das perdas e desperdícios alimentares ao longo das cadeias de abastecimento de produtos frescos e fornecer uma framework para orientar futuras investigações que procurem determinar as estratégias de mitigação mais promissoras», revela Vanessa Magalhães, docente e investigadora do DEM.

«Ganhar este prémio é uma grande honra e um reconhecimento do meu trabalho árduo, dedicação e excelência na investigação. Este prémio demonstra que a investigação contribuiu para a comunidade académica e potencialmente para a sociedade como um todo», considera a docente da FCTUC.

De acordo com Vanessa Magalhães, o seu trabalho de doutoramento «oferece metodologias multidimensionais e holísticas, aplicadas numa perspectiva de cadeia de abastecimento, para analisar as inter-relações entre as causas da perda e desperdício de alimentos e para avaliar e priorizar as estratégias de mitigação com vista à sua redução ao longo das cadeias de abastecimento de alimentos frescos».

Assim, no âmbito desta tese foi possível concluir que as questões logísticas são as principais razões das perdas e desperdícios alimentares nas cadeias de abastecimento de frutas, vegetais e carne bovina. Além disso, este trabalho evidencia ainda «o papel da gestão da informação para melhorar o fluxo de comunicação ao longo da cadeia de abastecimento e assegurar que o processo de tomada de decisão seja apoiado por informação suficiente e em tempo real, promovendo, desta forma, a redução das perdas e dos desperdícios alimentares ao longo da mesma», descreve a investigadora.

Segundo a professora do DEM, «as conclusões obtidas neste trabalho são de interesse significativo para os profissionais, gestores e decisores políticos», uma vez que a partir desta investigação foi gerada «informação valiosa para a tomada de decisões sobre a implementação de estratégias para reduzir as perdas e desperdícios alimentares ao longo das cadeias de abastecimento de produtos frescos».

Além disso, «é também apresentada uma framework que pode ser replicada, passo a passo, para minimizar a perda e o desperdício alimentar dentro de qualquer negócio ou cadeia de abastecimento, permitindo a priorização de esforços rentáveis com os maiores ganhos ambientais e sociais relacionados», conclui.

Fundada em 1972, a EFMD é uma organização global, sem fins lucrativos, reconhecida internacionalmente como um organismo de acreditação para escolas de negócios, programas de escolas de negócios e universidades corporativas.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos