(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

PSD Lagos aponta «falta de competência» do executivo com respeito à interdição de banhos na Praia da Batata

PSD Lagos aponta «falta de competência» do executivo com respeito à interdição de banhos na Praia da Batata

Foi hoje veiculada em praticamente toda a comunicação social nacional a notícia de que a Praia da Batata está interdita a banhos por falta de qualidade da água (ver notícia), facto que o Partido Social Democrata (PSD) de Lagos não deixou de abordar e comentar.

O partido caracteriza a notícia como «triste» para os lacobrigenses, mas também para aqueles que visitam a região e usufruem da dita praia, apontando o actual executivo como culpado: «Não nos surpreende, pois é o corolário da má gestão, da incompetência e da inércia do executivo socialista lacobrigense na resolução do problema com as descargas de águas não tratadas pela ETAR [Estação de Tratamento de Águas Residuais] de Lagos», desfere.

Ao que consta, o PSD Lagos tem vindo a alertar para esta situação «sem resultados práticos», sendo recorrente a «desculpa» de que a ETAR não pertence ao Município, mas à Águas do Algarve, pelo que deverão ser estas a resolver o problema.

«Só que o Município de Lagos faz parte do Conselho de Administração da Águas do Algarve. E é responsabilidade última deste executivo zelar pela qualidade, bom funcionamento e respeito das regras ambientais do nosso concelho», critica o PSD, acrescentando que «o executivo lacobrigense é especialista em arranjar um problema para cada solução que se apresenta. E nós, todos os munícipes de Lagos vamos ficando com uma parte importante do nosso património natural sem condições de utilização».

Ainda no que se refere ao tema, o partido destaca que a Praia dos Estudantes, do Pinhão e do Canavial já perderam, inclusive, o estatuto de "praia" uma vez que os seus acessos – à semelhança do que acontece com a Praia da D. Ana e do Camilo – estão «muito degradados e sem manutenção», outra culpa que atribui ao Município: «O executivo socialista vai empurrando responsabilidades, ora para o Ministério do Ambiente ora para a Águas do Algarve, ora para a Docapesca, sem nada fazer».

A degradação por falta de intervenção atempada do património natural de Lagos é, para o PSD, tentar «justificar o injustificável», condenando a autarquia «pela falta de competência e de soluções atempadas».

  • PARTILHAR   

Outros Artigos