(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Dieta Mediterrânica: dez anos de inscrição como Património Cultural Imaterial da Humanidade

Dieta Mediterrânica: dez anos de inscrição como Património Cultural Imaterial da Humanidade

A 4 de dezembro de 2023 assinala-se o 10º aniversário da aprovação pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) da candidatura da Dieta Mediterrânica a Património Cultural Imaterial (PCI) da Humanidade, proposta por sete países: Portugal, Chipre, Croácia, Grécia, Espanha, Itália e Marrocos, no caso português o Município de Tavira foi escolhido como comunidade representativa.

Ao longo destes 10 anos, a região tem procurado proteger e preservar a identidade da Dieta Mediterrânica (DM) evitando a globalização massificadora e padronizada dos comportamentos a fim de diminuir perdas na diversidade biológica, nas identidades locais, nas produções tradicionais, nas paisagens culturais, no ambiente e no património construído.

A DM, como conceito multidisciplinar, exige uma intervenção de diferentes entidades de diversos setores. É com satisfação que se pode afirmar que foi possível agregar diversas entidades públicas e privadas a trabalhar em conjunto na dinamização deste projeto, tendo a Comissão de Coordenação e desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve sido responsável pela criação e dinamização da Comissão Regional da Dieta Mediterrânica.

Para comemorar esta data, a CCDR Algarve e os diversos parceiros desta comissão regional – Município de Tavira, Universidade do Algarve, Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, Direção Regional de Cultura do Algarve, Região de Turismo do Algarve, Escola de Hotelaria e Turismo de Vila Real de Santo António, Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve (Faro), Fundação Portuguesa de Cardiologia – Delegação do Algarve, Associação In Loco, Tertúlia Algarvia, Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve e Confraria dos Gastrónomos do Algarve irão reunir-se na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, em Tavira, para apresentação do Relatório de Avaliação do Plano de Atividades 2018-2021 e aprovação do Plano de Atividades 2023-2027 de Salvaguarda da Dieta Mediterrânica na Região do Algarve.

Neste contexto, a CCDR Algarve dinamizou o projeto “O Algarve na Dieta Mediterrânica”, através do qual foram mobilizados diferentes atores da região para o desenvolvimento das ações previstas no Plano de Ação e Salvaguarda a nível regional, beneficiando do cofinanciamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através dos Fundos Europeus geridos na Regional.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos