(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Debate de Encerramento da 1ª fase do Algarve + Sustentável junta especialistas, operadores e instituições, por um desígnio comum

Debate de Encerramento da 1ª fase do Algarve + Sustentável junta especialistas, operadores e instituições, por um desígnio comum

O plano Turismo + Sustentável 20-23 do Turismo de Portugal foi o ponto de partida para o Debate que encerrou a 1ª fase do maior evento de turismo de natureza sustentável do Algarve. 

A abertura dos trabalhos coube a Aura Fraga da Associação Vicentina, João Fernandes da Região de Turismo do Algarve, José Gonçalves do Município Aljezur e a Joaquim Brandão Pires da AMAL.

Nas palavras de Aura Fraga este dia de encerramento da 1ª Fase contou “com um conjunto de contributos de especialistas sobre diversos temas em torno da estruturação de uma oferta cada vez mais sustentável e sobre a necessária capacitação dos seus agentes, fundamentais para um compromisso regional com a sustentabilidade do sector nas vertentes económica, social e ambiental." João Fernandes realçou os objectivos alcançados nesta 1ª fase do evento “Aumentar o conhecimento, fomentar a capacitação dos agentes, divulgar as actividades junto dos residentes e depois refletir sobre o que fizemos (...)”.

O dia foi preenchido com apresentações e debates organizados a partir de 2 eixos: Estruturar uma Oferta Cada vez Mais Sustentável e Qualificar Agentes do Setor, ambos com moderação de Manuela Rosa da Universidade do Algarve e contributos de especialistas de diferentes áreas: Mª José Nunes (CCDR Algarve) sobre a Agenda Regional de Transição para a Economia Circular no Âmbito do Setor do Turismo, Daniela Serrão (AMAL) sobre o Plano de Ação de Mobilidade Urbana, Nélia Guerreiro (Accessible Portugal) sobre o Projeto Algarve for All, Aura Fraga (Associação Vicentina) sobre o Projeto Turismo Fora d’Horas, Magda Martins (EHTA) sobre o Contributo da Oferta Formativa para a Qualificação da Oferta Turística, Antónia Correia (UAlg) sobre Os Recursos Humanos no Centro do Desenvolvimento Sustentável, Alexandra Gonçalves (ESGHT/UAlg) sobre O Algarve e a Formação Superior em Turismo por um Algarve + Sustentável: Ações e Estratégias e Marta Cabral (Rota Vicentina) sobre o Turismo Responsável na Rota Vicentina – Curso para Guias Locais.

Os momentos dedicados a perguntas e respostas, de ambos os eixos, tiveram uma participação ativa quer na exposição de dúvidas como na apresentação das dificuldades que ainda se fazem sentir no dia-a-dia dos operadores e agentes algarvios.

Aura Fraga congratula-se pela parceria entre a Associação Vicentina e a Região de Turismo do Algarve na dinamização de um evento desta importância, afirmando que “em torno da sustentabilidade, foi possível reunir a perspetiva da gestão sectorial do turismo, fundamental pelo conhecimento profundo do sector e das suas necessidades, com a perspetiva do desenvolvimento territorial e integrado, potenciando sinergias intersetoriais e a cooperação”. Já João Fernandes prometeu um novo conjunto de ações em 2022 “sempre alinhadas com a Estratégia de Turismo 2027, com o Plano Turismo + Sustentável para Portugal e também focadas no plano de ação Reativar o Turismo. Há no fundo uma estratégia europeia, uma estratégia nacional e ainda o foco regional na aposta da sustentabilidade. A palavra que sai assim desta primeira etapa é "mobilização". Temos a melhor região e os melhores agentes. E estamos todos mobilizados para a ação, através do planeamento e desenvolvimento sustentável das atividades turísticas no Algarve."

O “Algarve + Sustentável” está de regresso de Março a Abril de 2022 para a sua segunda fase.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos