(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

CDS-PP Algarve: Primeira reflexão sobre a proposta de Orçamento de Estado para 2022

CDS-PP Algarve: Primeira reflexão sobre a proposta de Orçamento de Estado para 2022

"Confirma-se o que há pouco menos de três meses afirmámos que a prioridade do PS para o investimento em Saúde na região não passava de retórica vazia, de uma mão cheia de nada, pois não existiria em 2022 nem um cêntimo no Orçamento de Estado para essa Ilusão Socialista que é, o sempre adiado, Hospital Central do Algarve!

Concidadãos do Algarve, foi com alguma estranheza que assistimos por estes dias a notícias festivas que davam como firme o compromisso deste governo para com as promessas feitas pelo PS Algarve a todos nós, nos passados meses de campanha eleitoral. No fragor da campanha, até ouvimos os putativos candidatos socialistas propalar aos sete ventos que seria já em 2022 que a obra, tão sonhada e tão desejada, teria pernas para começar a andar.

Porque no CDS-PP Algarve gostamos de rigor e boas contas, resolvemos passar pelo polígrafo tão solene promessa e, rapidamente, deparamo-nos com a inexistência de qualquer verba para a sua concretização no Orçamento do Estado para 2022, segundo o ex-ministro João Leão!

Todos sabemos o que aconteceu de seguida, o PS ganhou as eleições com estrondo, realizando uma maioria absoluta garantida pelos seus cinco deputados eleitos pela Circunscrição Eleitoral de Faro, e nós, no CDS-PP, ficamos à porta do Parlamento Nacional, apesar de termos sido honestos nas nossas propostas e rigorosos na vigilância da qualidade do que os outros vos ofereciam.

Eis que regressamos novamente ao tema do Hospital Central do Algarve para vos informar que, na proposta de Orçamento de Estado de 2022, segundo o agora ministro Fernando Medina continua a não haver um cêntimo destinado ao arranque desta malfadada obra. Mas pasme-se! Agora, já lá aparece uma frase lapidar: “… num conjunto de investimentos que constituem compromissos de reforço da capacidade infra estrutural do território, entre os quais se inclui o novo Hospital Central do Algarve.”, que, para bom entendedor, significa “Querias, querias, mas não apanhas!”.

Para aqueles que vão já a correr para arranjar uma qualquer desculpa esfarrapada para justificar o injustificável, importa dizer-vos que nas duas propostas de OE, o investimento total em Saúde em 2022 mantêm-se nos 864,5 M€ e na versão Medina surge inclusive, na tabela dos Investimentos Estruturantes da Administração Central na Saúde, uma folga orçamental de mais de 136M€ que, porventura, resultará da reprogramação de algumas das obras em curso, por ex: Novo Hospital da Madeira (que deixa de aparecer libertando 51 M€), Novo Hospital Lisboa Oriental PPP (menos 63M€), entre outras.

Assim o nosso repto aos deputados eleitos do PS pelo Algarve é muito simples: se nós no CDS-PP, enquanto oposição, conseguimos detectar esta folga, a vocês, que foram eleitos, só vos cumpre, desde já, utiliza-la para se dar inicio a uma obra que há já mais de uma década devia ter visto a luz do dia, para bem de todos os Algarvios!

PELO ALGARVE E POR PORTUGAL!"

Legenda da Imagem:

1. Orçamento de Estado 2022 - Quadro Investimento Estruturante - Comparação.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos