(Z1) 2024 - CM de Vila do Bispo - Festival do Perceve
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

AD elege água como tema crucial da campanha e promete concretizar plano de eficiência hídrica

AD elege água como tema crucial da campanha e promete concretizar plano de eficiência hídrica

Os candidatos da lista da AD pelo Algarve já estão no terreno e elegeram a água como tema crucial desta campanha.

Uma das primeiras acções foi a reunião mantida com a Associação de Beneficiários do Plano de Rega do Sotavento Algarvio para aprofundar a problemática.

O cabeça de lista Miguel Pinto Luz e o número dois, Cristóvão Norte, falaram com a direção dos regantes, presidida por Macário Correia, e concluíram o que é sabido há muito: nas culturas algarvias grassa o desalento e nos últimos anos nada foi feito.

Para Pinto Luz, "o problema da seca é da maior relevância não só para o Algarve, mas para o país". Por isso, defende, "é importante discutir a situação, mas sobretudo as soluções. Não há mais tempo a perder, o Algarve e os algarvios assim o exigem."

Desde logo, é necessário avançar com a construção da barragem da Foupana, projecto recuperado pelos regantes do Sotavento e que permitirá disponibilizar mais de 60hm³ de água para usos agrícolas nesta zona do Algarve.

Depois, é urgente fazer a ligação do Pomarão à Barragem de Odeleite e, ao mesmo tempo, resolver com medidas concretas o flagelo das brutais perdas nos sistemas urbanos que ultrapassam os 30 por cento na região.

Na ocasião, a AD fez também uma manifestação de repúdio pelos brutais cortes no abastecimento de água impostos pelo governo que afectam desproporcionadamente a Agricultura e hipotecam o seu futuro.

A esse propósito, Cristóvão Norte sublinha: "os agricultores querem trabalhar, não querem subsídios. As soluções que deviam ser implementadas há mais de cinco anos têm mesmo de ser desbloqueadas". Por isso, conclui, "nós vamos concretizar o plano de eficiência hídrica e preparar a região para os próximos 20 anos".

Miguel Pinto Luz não tem, a este respeito, nenhumas dúvidas: "este é o momento crucial. Devia ter sido feito há muito, como na generalidade das regiões, mas agora vai ser. Não é preciso inventar a roda, é preciso pô-la a rodar".

  • PARTILHAR   

Outros Artigos