(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

IX Congresso Nacional das Cidades Educadoras realizado em Torres Vedras

IX Congresso Nacional das Cidades Educadoras realizado em Torres Vedras

O IX Congresso Nacional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE) decorreu entre 8 e 11 de novembro, em Torres Vedras e contou com a presença de 66 municípios. 

Subordinado ao tema "Cidades educadoras, cidades das crianças, cidades para todos!", o evento levou à reflexão conjunta sobre o planeamento, construção e organização das cidades, para que se tornem espaços seguros e agradáveis para os mais pequenos e, deste modo, também para todos.

Na abertura do evento, a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, referiu que Torres Vedras assume o investimento na Educação como estratégico e prioritário, citando o preâmbulo da Carta das Cidades Educadoras, que diz que “a Educação transcende as paredes da escola para impregnar toda a cidade”. A presidente da Câmara Municipal referiu a necessidade de transformar o dia demasiado escolarizado das crianças, preenchendo-o com ambientes e atividades alternativas mais desafiantes e menos sedentárias. Os participantes foram convidados a conhecerem, nos dias que se seguiriam, as boas práticas que o Município de Torres Vedras tem realizado e que mereceram palavras de reconhecimento de Carlos Neto, presidente da Comissão Científica do Congresso.

Do programa fizeram parte, além das conferências plenárias, a visita guiada ao espaço exterior da Escola Básica de Ramalhal; o workshop sobre brincar, dinamizado por brincadores locais, no âmbito do programa “O rei manda… brincar”; e a participação no walkshop "A cidade pelos olhos de uma criança", que consistiu em fazer um percurso guiado com um periscópio invertido para observar e experienciar a cidade de uma altura de 95 cm.

asda

Na sua intervenção, Carlos Neto referiu a importância de brincar que, sendo um comportamento ancestral, faz parte da nossa essência e contribui significativamente para o crescimento e descoberta do mundo nas primeiras etapas da vida de uma criança.

Marina Canals, secretária geral da Associação Internacional das Cidades Educadoras, referiu a importância deste Congresso, sendo uma oportunidade para que se possam partilhar experiências e perspetivas e envolver diferentes agentes, dos setores público, associativo e privado, na construção de uma cidade educadora.

Ao longo dos quatro dias do evento, foram feitas 80 apresentações de experiências de municípios e outras entidades e usaram da palavra nas conferências plenárias os seguintes oradores convidados: Carlos Neto, Takaharu Tezuka, Yui Tezuka, Luísa Schmidt, Francisca Benitez, Eduarda Aun, Ariana Cosme e Cecilia Vaca Jones.

Carlos Miguel, secretário de Estado das Autarquias Locais, tomou a palavra no encerramento do evento e apelou aos autarcas presentes para que continuem a lutar pelo princípio básico de pensar global, executar local.

O IX Congresso Nacional da RTPCE terminou com a leitura da sua Declaração Final, assinada por todas as 66 cidades educadoras, que se comprometem “a prosseguir o caminho de uma cidade das crianças, onde todos e todas encontram o seu espaço, onde constroem a coesão social na sua rua, no seu bairro, na sua cidade, ou seja, numa verdadeira cidade educadora.”

Colaboraram neste evento, que contou com 539 inscritos, os alunos dos cursos profissionais da Escola de Serviços e Comércio do Oeste, Escola Profissional de Penafirme, Escola Secundária Madeira Torres, utentes do Centro de Formação da Associação para a Educação de Crianças Inadaptadas e voluntários do Clube Sénior do Município de Torres Vedras.

Dos 68 elementos da organização, incluíam-se os professores das atividades de enriquecimento curricular do projeto “Um Dó Li Tá”, “Robótica para Todos”, “Triângulo das Artes” e “Despertar”, bem como professores de coadjuvação de Educação Física do 1º ciclo e professores do Desporto Sénior.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos