(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

Rocha, Falcão, Boschmans e Stewart à porta do quadro principal do Vale do Lobo Open I

Rocha, Falcão, Boschmans e Stewart à porta do quadro principal do Vale do Lobo Open I

Rocha, Faria, Domingues e Pereira com entrada direta Araújo, Fernandes e Marques convidados

Francisco Rocha, Gonçalo Falcão, Tiago Boschmans e André Stewart foram os tenistas portugueses que durante esta segunda-feira asseguraram a passagem à ronda de acesso ao quadro principal do Vale do Lobo Open I. O primeiro de dois ITF M25 organizados de forma consecutiva pela Federação Portuguesa de Ténis realiza-se na Vale do Lobo Tennis Academy, no Algarve, entre 12 e 19 de novembro.

Isento da primeira ronda por causa do estatuto de sexto cabeça de série, Francisco Rocha (1144.º classificado no ranking ATP) iniciou a participação com um triunfo por 7-6(7) e 6-3 sobre o britânico Harry Thursfield.

O maiato de 24 anos (vice-campeão nacional absoluto em 2022) discutirá a ronda de passagem com o compatriota André Stewart.

Cinco anos mais novo, o jovem algarvio, ainda sem ranking profissional, inscreveu pela terceira vez na carreira o nome numa ronda de acesso ao vencer o croata Alen Bill (1931.º ATP) em duas partidas, por 6-4 e 6-1, e desta forma ganhou mais uma oportunidade de se apurar pela primeira vez para um quadro principal de singulares.

O frente a frente entre Rocha e Stewart na ronda de apuramento assegurou desde logo a presença de pelo menos oito jogadores portugueses no quadro principal de singulares, mas a contagem poderá aumentar dado que outros dois seguiram em frente nesta jornada.

Também isento da primeira eliminatória, Gonçalo Falcão (1659.º ATP e 15.º cabeça de série) superou o italiano Marco Berti pelos parciais de 7-6(4) e 6-0 e juntou-se ao neerlandês Stijn Slump (1286.º e oitavo favorito).

Quanto a Tiago Boschmans, o jovem de 18 anos — um dos convidados da organização para jogar o qualifying — tinha dado início à participação com uma vitória sobre João Portugal e esta segunda-feira sobreviveu a um match tie-break para sair por cima do braço de ferro com o alemão Leopold Zima (903.º ATP e terceiro cabeça de série). Os parciais de 6-4, 1-6 e 12-10 permitiram-lhe marcar encontro na última ronda com Gabriel Elicha Navas (1437.º), espanhol responsável pelo afastamento de Tomás Cortez com os parciais de 6-4 e 6-4.

Diogo Marques (7-5 e 6-4 favoráveis ao italiano Peter Buldorini), Tomás Almeida (6-1 e 6-1 para o espanhol Alejandro Turriziani Alvarez) e Afonso Portugal (6-3 e 6-2 para o francês Rayane Oumaouche) não conseguiram prolongar as campanhas iniciadas na véspera.

Para além dos oito encontros relativos à última ronda do qualifying, a jornada de terça-feira também contará com os primeiros duelos dos quadros principais de pares (seis) e singulares (dois).

Na variante individual, João Domingues (ex-top 150 e atual 681.º) terá pela frente o segundo cabeça de série, Lucas Poullain. O francês de 27 anos está na melhor fase da carreira (255.º) e este ano já venceu um ITF M25 no Algarve, em Faro.

Pedro Araújo (ex-534.º e atual 938.º), que recebeu um wild card, será o outro português a ir a jogo no quadro principal já na terça-feira, tendo pela frente outro francês, Antoine Ghibaudo (727.º), num duelo que cruza com o do compatriota.

Na primeira ronda do quadro principal destaca-se o encontro entre Henrique Rocha (277.º e quarto cabeça de série) e Rodrigo Fernandes (1405.º), respetivamente campeão nacional absoluto e campeão nacional de sub 18. A comitiva lusa fica completa com os nomes de Jaime Faria (426.º e sexto pré-designado), que terá pela frente ou um qualifier ou um lucky loser e poderá encontrar o ex-top 15 Kyle Edmund na segunda ronda, Tiago Pereira (808.º, enfrenta o oitavo favorito Luka Mikrut, número 498 mundial) e Gonçalo Marques (1679.º), também ele a ter de aguardar pelo desfecho do qualifying.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos