(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre

Ermida de Nª Sr.ª de Guadalupe mais acessível para os visitantes

Ermida de Nª Sr.ª de Guadalupe mais acessível para os visitantes

A Direcção Regional de Cultura do Algarve concluiu a execução do Projecto de Acessibilidade na Ermida de Nª Sr.ª de Guadalupe, monumento nacional sob a sua tutela, localizado junto à aldeia da Raposeira, no concelho de Vila do Bispo.

Trata-se de uma iniciativa realizada com o financiamento do Turismo de Portugal, através do Valorizar – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino, através da Linha de Apoio ao Turismo Acessível.

O objetivo primordial deste projecto foi o de dotar a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe de um percurso acessível para qualquer visitante com mobilidade reduzida, temporária ou permanente, e o de promover uma comunicação inclusiva, útil a todos os visitantes, considerando estratégicas, acções e recursos para eliminar barreiras físicas, intelectuais, sensoriais, sociais ou culturais.

Várias foram as soluções de acessibilidade integradas no projeto. Desde logo, a instalação de um passadiço e rampa de acesso ao próprio templo, que torna acessível o interior do monumento a visitantes em cadeira de rodas ou com mobilidade condicionada. As restantes intervenções prendem-se com outro tipo de necessidades, oferecendo múltiplas oportunidades de aprendizagem, com uma estratégia de comunicação multissensorial e multimodal.

Foram colocados painéis de sinalética com informação de contextualização histórica, quer no interior da ermida, quer no espaço envolvente. No Centro de Acolhimento deste monumento nacional está disponível, para consulta, um kit com informação em escrita simples, contraste cromático, texto ampliado e braille (PT), e placas com imagem em relevo, em 2 D.

A implantação de um múpi, com equipamento multimédia interativo, junto ao Centro de Acolhimento do monumento, permite a todo o visitante aceder a informação de contextualização histórica, desde as origens do culto a Nª Sr.ª de Guadalupe, sobre a sua difusão pela Península Ibérica e pelo Mundo, as possíveis origens desta ermida em terras algarvias, os seus elementos arquitectónicos, as memórias associadas e ainda os mitos das Virgens Negras. Está ainda disponível, neste equipamento, a audiodescrição da ermida.

Por último, uma das soluções mais visuais e sensoriais, o efeito holográfico, colocado no interior do templo, que nos conta a origem lendária do culto à Virgem de Guadalupe e da sua difusão pelo Mundo, até ao aparecimento desta ermida em terras algarvias. Esta opção permite oferecer uma experiência sensorial a todo o tipo de público, sejam crianças de tenra idade, sejam pessoas com baixa literacia, sejam idosos com pouca apetência para a interação com as novas tecnologias.

Todos os conteúdos do projecto são apresentados em três idiomas (português, inglês e alemão), numa locução com uma linguagem acessível. A LGP - Língua Gestual Portuguesa e o SI (Sinal Internacional) são também opções nos vídeos disponibilizados no múpi, assim como na animação da experiência holográfica, solução que integra também a audiodescrição.

A Ermida de Nª Sr.ª de Guadalupe é um dos mais enigmáticos testemunhos do gótico na região algarvia e de particular relevância histórica, no contexto da paisagem patrimonial associada ao Promontório de Sagres.

O monumento pode ser visitado todos os dias, exceto às segundas-feiras e nos feriados de 1 de Janeiro, 22 de Janeiro (feriado municipal), domingo de Páscoa, 1 de maio e 25 de Dezembro. O visitante pode adquirir o bilhete circuito “Rota do Infante”, que integra também a visita à Fortaleza de Sagres.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos