(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2023 - CM Lagos - Marchas Populares

DECO PROTESTE: cuidados a ter em compras à distância nesta Black Friday

DECO PROTESTE: cuidados a ter em compras à distância nesta Black Friday

A DECO PROTESTE reforça o alerta para os cuidados a ter nas compras online, bem como o conhecimento dos direitos dos consumidores, algo a ter em conta na afamada Black Friday.

A Covid-19 e as medidas de restrição terão, inevitavelmente, impacto nos tradicionais hábitos de consumo no período da Black Friday, aumentando a procura e as compras virtuais. Prevendo que as aquisições nesta Black Friday sejam maioritariamente online, a DECO PROTESTE aconselha a que os consumidores escolham lojas virtuais que se identifiquem claramente com nome, morada, contacto telefónico, e-mail e número de contribuinte do vendedor, e que desconfiem de lojas onde não encontra o endereço físico, ou se apenas houver um apartado postal, pois em caso de problema com a compra terá de localizar o estabelecimento.

A segurança nos pagamentos e dos dados bancários é também um factor a considerar. Existem alguns sinais simples que permitem verificar se os sites têm encriptação para o pagamento, como por exemplo, um cadeado, ou ao passar com o rato sobre o símbolo, é indicado o grau de encriptação. Os endereços das páginas seguras começam por https, em vez de http. Pode-se usar cartão de crédito tradicional ou específico (MBNet), transferência bancária, débito directo, cartão de débito, conta dedicada online ou pagar no acto de entrega. O mais seguro, embora com custos adicionais, é o pagamento contra-entrega.

O passo seguinte é confirmar, antes de concluir a compra, o custo total, incluindo preço, custos de envio e impostos.

Se o consumidor quiser devolver o produto, tem 14 dias seguidos para comunicar a desistência. Mas há produtos que não podem ser devolvidos, como os bens confeccionados de acordo com as indicações específicas do cliente, por exemplo. As encomendas devem ser recebidas num máximo de 30 dias. Se o produto não estiver disponível, o vendedor deve informar e reembolsar do valor pago, em 30 dias. Se ultrapassar este período, fica obrigado a devolver o valor pago em dobro, em 15 dias úteis.

Os consumidores têm seis meses para apresentar queixa caso não tenham recebido a encomenda, nem a devolução do dinheiro. A DECO PROTESTE disponibiliza ajuda através da sua plataforma "Reclamar" em www.deco.proteste.pt/reclamar , em caso de conflito.

A ferramenta da DECO PROTESTE, “Comparar Preços”, disponível em www.deco.proteste.pt/comparar-precos é também uma ajuda para perceber se os descontos anunciados em épocas como a black friday ou a cyber monday são boas oportunidades de compra. Esta ferramenta de pesquisa regista a evolução dos preços dos produtos nas lojas online dos últimos 30 dias, para aconselhar ou não a sua compra.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos