(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

APDP reforça a importância do direito ao acesso a cuidados de saúde de qualidade

APDP reforça a importância do direito ao acesso a cuidados de saúde de qualidade

Dia Europeu dos Direitos dos Doentes | 18 de Abril

A propósito do Dia Europeu dos Direitos dos Doentes, assinalado anualmente no dia 18 de abril, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) reforça a importância da garantia do direito ao acesso ao tratamento e a cuidados de saúde especializados e multidisciplinares.

“O acesso aos cuidados de saúde de qualidade, e a metodologias de tratamento inovadoras, é um elemento central na melhoria da qualidade de vida das pessoas com diabetes.”, alerta João Valente Nabais, Vice-presidente da Federação Internacional da Diabetes.

A diabetes é uma das doenças mais comuns do mundo e uma das principais causas de morte. Cerca de uma em cada 10 pessoas vive com diabetes em todo o mundo. Em Portugal, segundo os dados do Relatório do Observatório Nacional da Diabetes, recentemente divulgado, em 2021, a prevalência estimada da diabetes foi de 14,1%, o que representa cerca de 1,1 milhões de portugueses.

O Relatório aponta uma evolução positiva de alguns indicadores, mas preocupante no que diz respeito a critérios como o peso crescente da presença da diabetes nos internamentos hospitalares, a quebra na prestação de cuidados associada à pandemia da covid-19 e o aumento da despesa com medicamentos.

“A diabetes, cuja prevalência continua a aumentar, está na origem de muitas complicações de saúde, incluindo obesidade, hipertensão e doenças cardiovasculares.”, alerta José Manuel Boavida, presidente da APDP, acrescentando: “Tratar a diabetes através da sua correta gestão e de um acompanhamento especializado é urgente e deve ser visto como um direito humano fundamental”.

O Dia Europeu dos Direitos dos Doentes foi criado pela Active Citizenship Network e vai já na 17ª edição. O objetivo passa por informar, debater e assumir compromissos para melhorar os direitos dos doentes na Europa e em cada Estado-membro.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos