(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Visita a empreitadas que têm em vista a reabilitação dos sistemas de abastecimento de água do Algarve

Visita a empreitadas que têm em vista a reabilitação dos sistemas de abastecimento de água do Algarve

Representantes da AMAL, da ARH-Algarve e da Universidade do Algarve realizaram uma ação de acompanhamento de duas candidaturas, aprovadas e em execução, inscritas no Plano de Recuperação e Resiliência. 

As visitas decorreram nos concelhos de Tavira e S. Brás de Alportel, no final do mês passado.


O grupo que constitui a Comissão de Gestão da Medida SM1 – Reduzir perdas de água no sector urbano, incluída no “Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve” e inscrita no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), conta com elementos da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), da Administração da Região Hidrográfica do Algarve - Agência Portuguesa do Ambiente (ARH-Algarve/ APA) e da Universidade do Algarve.

No município de Tavira, o grupo visitou a empreitada correspondente à “Intervenção para controle de redução de perdas de água” – substituição de condutas, que está a decorrer na margem esquerda do rio Gilão, na cidade de Tavira. Sob a responsabilidade da empresa municipal Tavira Verde, esta empreitada está integrada numa candidatura que ascende a 1,85 milhões de euros e visa a intervenção em 8,59 km de rede, com o objetivo de atingir uma poupança de água de 15 649 m3.

Já no concelho de São Brás de Alportel, foram visitadas as intervenções em curso para reabilitar os reservatórios de água da Arroteia e São Romão, bem como a empreitada de renovação de rede de águas nos Vilarinhos – 2.ª fase, já concluída, que se desenvolveu por 1,47 km e permitirá uma poupança de água de 52 560 m3. Estas obras somam um investimento de 263 mil euros e fazem parte da candidatura “Implementação de ações e medidas para a redução de perdas de água no sistema de abastecimento de água de São Brás de Alportel”, da responsabilidade do município.

A medida SM1 - Reduzir perdas de água no sector urbano é gerida pela AMAL, ao abrigo do plano hídrico, através de um contrato de financiamento no valor 43,9 milhões de euros, celebrado com a Estrutura de Missão “Recuperar Portugal”. Tem em vista a reabilitação dos sistemas de abastecimento em baixa, com o objetivo de reduzir as perdas reais de água.

Até ao momento, já foram aprovadas 31 candidaturas, a que corresponde um investimento de 21 milhões de euros.

.

Foto de capa, (da esqª para a dtª): José Paulo Monteiro (Universidade do Algarve), Ana Bicho (APA - ARH Algarve), Carla Santos e Sérgio Inácio (AMAL).

  • PARTILHAR   

Outros Artigos