(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

Secretária de Estado da Inclusão inaugura nova creche da Cruz Vermelha Portuguesa

Secretária de Estado da Inclusão inaugura nova creche da Cruz Vermelha Portuguesa

A Secretária de Estado da Inclusão, Ana Sofia Antunes, inaugurou, esta sexta-feira, em de Vila Nova de Cacela, concelho de Vila Real de Santo António, a creche «Os Piratinhas».

Este projeto, gerido pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) - Delegação de Vila Real de Santo António, e desenvolvido em parceria com o município de VRSA, representa um investimento global de 85 mil euros e garante 35 novas vagas.

A cerimónia de inauguração contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal de VRSA, Álvaro Araújo, do delegado especial da Delegação da CVP de VRSA, Manuel Marrafa, da diretora do Centro Distrital de Faro da Segurança Social, Margarida Flores, do deputado da Assembleia da República, Jorge Botelho, do presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova de Cacela, Luís Rodrigues, além de outros representantes políticos do concelho e forças de segurança.

A creche «Os Piratinhas» representa uma nova resposta social de natureza socioeducativa, vocacionada para o apoio à família e à criança, destinada a acolher crianças até aos 36 meses.

O horário de funcionamento é das 8h00 às 18h30, encerrando aos feriados e aos fins de semana. Todas as salas estão abrangidas pela bolsa de gratuitidade do Instituto da Segurança Social.

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António desempenhou um papel essencial neste projeto, tendo garantido a segurança do edifício para acolher a valência de creche, suportado os encargos financeiros relacionados com o Sistema Automático de Deteção de Incêndio, extintores, sinalética e ventilação. No total, o município investiu cerca de 15 mil euros.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de VRSA, Álvaro Araújo, «todas as vagas desta creche serão gratuitas», tendo o autarca igualmente anunciado que «brevemente irão existir mais vagas gratuitas», o que permitirá suprir as necessidades do concelho».

Álvaro Araújo anunciou ainda que, nos dois agrupamentos de escolas do concelho, iniciaram funções 40 novos funcionários, o que permitirá colmatar as falhas que existiam, até agora, em termos de pessoal.

De acordo com o responsável da Cruz Vermelha, Manuel Marrafa, «esta nova resposta social permite aos alunos da freguesia iniciar o seu percurso escolar na creche e evoluir até ao 3º ciclo, o que não acontecia até agora e obrigava os encarregados de educação a procurar alternativas fora da freguesia ou do concelho».

De acordo com a secretária de Estado da Inclusão, Ana Sofia Antunes, a prioridade do Governo passa pela democratização do acesso às creches, seja pela criação de novos espaços, seja pela aposta na modernização, reconversão ou criação de vagas adicionais em salas já em funcionamento.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos