(Z1) 2024 - CM de Vila do Bispo - Festival do Perceve
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

PS: Reaproveitar água reciclada para rega e diminuir perdas nos sistemas urbanos

PS: Reaproveitar água reciclada para rega e diminuir perdas nos sistemas urbanos

Os candidatos do Partido Socialista à Assembleia da República visitaram a Estação de Tratamento de Águas Residuais de Vila Real de Santo António que desde julho deste ano fornece água reciclada para dois campos de golfe, o Castro Marim Golfe & Coutry Club e os Golfes da Quinta do Vale. 

O reaproveitamento da água reciclada é um dos eixos prioritários do investimento de 327 milhões de euros do Plano de Eficiência Hídrica do Algarve que está em execução um pouco por toda a região.

“Neste momento temos quatro campos de golfe a ser regados com água das estações de tratamento. O objectivo, até ao final de 2026, é utilizar 8 milhões de m3 de água reciclada, isto é, metade da água que todos os golfes algarvios gastam em rega terá origem nas estações de tratamento de esgotos”, disse Jamila Madeira.

A cabeça de lista dos socialistas no Algarve sublinhou ainda os investimentos que estão a ser feitos também do lado da poupança pelos municípios e pelos agricultores “em simultâneo com a procura de novas origens de água, como a dessalinização, a captação de água no Guadiana, a barragem da Foupana ou as ligações ao Alqueva, tanto para Odeleite como para a barragem da Bravura, temos que continuar a investir na eficiência dos sistemas e na poupança”, apontando como bom exemplo os investimentos que estão em curso nos perímetros de rega do Arade, em Silves e do Barlavento, em Lagos e Portimão, que os deputados socialistas tiveram oportunidade de visitar e verificar no terreno acompanhados pelos dirigentes das respectivas associações de regantes.

“Temos 14,5 milhões de euros para melhorar a eficiência hídrica dos regadios públicos e 4 milhões para os sistemas privados. Já as autarquias dispõem de 43 milhões de euros para diminuir as perdas dos sistemas urbanos de abastecimento de água. São obras que vão produzir grandes poupanças de água e ao evitar o desperdício estamos a aumentar a disponibilidade hídrica”, relembra Jamila Madeira, cabeça de lista do PS pelo Algarve.

Recorde-se que o Governo do Partido Socialista está a investir até ao final de 2026 um total de 237 milhões da euros no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência do Algarve. As duas medidas mais simbólicas são a construção de uma central dessalinizadora, com capacidade para produzir 1/3 do total da água para consumo humano da região, cujo concurso para a construção está a decorrer e uma captação de água no Pomarão que levará 30 milhões de m3 de água da bacia do Guadiana para a Barragem de Odeleite.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos