(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre

PS: Novo Campus Universitário no Barlavento é essencial para aumentar as qualificações dos jovens e diversificar a economia do Algarve

PS: Novo Campus Universitário no Barlavento é essencial para aumentar as qualificações dos jovens e diversificar a economia do Algarve

Portimão vai ter um campus universitário para responder às exigências de qualificação dos jovens que vivem no Barlavento do Algarve. 

Este é um dos compromissos do Partido Socialista para a próxima legislatura e o terreno já foi identificado pela Câmara Municipal de Portimão e cedido por protocolo à Universidade do Algarve.

O objectivo é criar no Barlavento um território inteligente que forme talento e crie condições para a fixação de empresas que apostem na inovação e na tecnologia e que ofereçam emprego mais qualificado e melhor remunerado.

Jamila Madeira diz que “temos necessidade de diversificar a base económica do Algarve e isso só se faz aumentando as qualificações e aumentando o número de jovens algarvios que frequentam o ensino superior. Constituir este campus universitário em Portimão será uma oportunidade de ouro para muitos jovens que vivem no barlavento puderem aceder ao ensino superior e isso é o que a economia do Algarve necessita, mais talento e mais jovens com níveis de qualificação superior para sermos colectivamente mais competitivos”.

Os candidatos do PS visitaram ainda em Portimão as obras do Parque Tecnológico do Autódromo do Algarve, um investimento superior a 7 milhões de euros que pretende ser um centro de transferência de conhecimento entre a investigação académica, através da Universidade do Algarve, e as maiores construtoras de automóveis, que já utilizam o Autódromo Internacional do Algarve para competir e testar os seus carros, designadamente na área dos combustíveis sintéticos.

“Nós não queremos menos turismo, queremos mais economia. Somos líderes mundiais no turismo e queremos continuar a ser o melhor destino da Europa mas como foi evidente durante a pandemia não podemos depender exclusivamente do turismo, referiu Jamila Madeira recordando que o Governo atribuiu ao Algarve 300 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência para apoiar a região a alargar a base económica e diversificar economia.

“Nos últimos anos apoiamos a Universidade do Algarve na construção de um centro tecnológico em Faro, onde já trabalham 120 empresas ligadas à inovação tecnológica. Em Loulé, através do ABC, Algarve Biomedical Center, estão no terreno investimentos que rondam os 11 milhões de euros e que vão criar um polo de investigação nas áreas dos cuidados de saúde e da biomedica. Em Olhão e Vila Real de Santo António, temos a fileira da economia azul ou do mar, tanto ao nível da construção naval como da aquacultura e da investigação das algas aos microorganismos marinhos e aqui em Portimão, com o Celerator, o novo parque tecnológico do Autódromo, vamos criar um polo de engenharia ligado à indústria automóvel que se pretende mais verde e menos poluente. No conjunto estamos a criar uma economia regional mais forte e capaz de fixar os seus jovens licenciados”, concluiu a cabeça de lista dos socialistas.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos