(Z1) 2022 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Pelo envelhecimento activo e saudável

Pelo envelhecimento activo e saudável

A Assembleia Municipal de Lagos na 1.ª Reunião da sua Sessão Ordinária de Fevereiro/2022, realizada no dia 21 de Fevereiro, aprovou, por unanimidade, uma Proposta de Recomendação pelo Envelhecimento Activo e Saudável.

A expectativa de vida tem aumentado, geração após geração, sendo necessário ter em conta não só a longevidade, mas também a forma como as pessoas envelhecem, o que é determinado por estilos e qualidade de vida, poder económico, dignidade e pelo respeito dos “direitos seniores”.

As sociedades estão a envelhecer e é importante que as pessoas possam desfrutar do seu dia-a-dia com condições adequadas, que vão ao encontro das suas necessidades específicas e que possam participar plenamente na sociedade, sem discriminações.

De facto, o aumento significativo e constante do número de pessoas com mais de 65 anos, leva-nos a dar especial atenção a estes cidadãos, sendo fundamental uma política de promoção do envelhecimento activo, baseada na valorização dos mais velhos e da não discriminação pela idade, que garanta condições favoráveis à sua efectiva e plena participação na sociedade. De referir que no nosso concelho em 2011 o número de pessoas com idade superior a 65 Anos era de 5925 e em 2021 passaram para 8290, de acordo com o resultado provisório dos censos 2021.

0s desafios são muitos e, mais do que nunca, é necessário apostar na melhoria das condições de vida, nomeadamente ao nível dos cuidados de saúde, da habitação, das condições socioeconómicas, dos transportes, de actividades ocupacionais, entre outros.

Não obstante algumas medidas implementadas pela Câmara Municipal de Lagos, perante o desafio que se nos coloca, é possível e desejável que Lagos adopte uma visão integrada do processo de envelhecimento, procurando promover um concelho amigo e inclusivo das pessoas mais velhas.

Neste sentido, a Assembleia Municipal de Lagos reunida em 21 de Fevereiro de 2022 delibera, recomendar à Câmara Municipal de Lagos que:

1 - Proceda à instalação do Conselho Municipal Sénior.

2 - Assuma como prioridade a melhoria da qualidade de vida, ao nível das relações urbanas e sociais, das políticas sociais, da habitação, da mobilidade, da acessibilidade e dos serviços de proximidade.

3 - Dê relevo e valorize o papel importante dos mais velhos na sociedade e promova medidas que estabeleçam a solidariedade entre gerações.

4 - Promova políticas de combate à exclusão, ao isolamento e à solidão dos mais velhos.

5 - Apoie políticas de saúde orientadas especificamente para o envelhecimento.

6 - Pugne pelo aumento da oferta de equipamentos públicos, como centros de dia e de convívio, residências para idosos, serviços de cuidados domiciliários e de cuidados continuados.

7 - Estudo em conjunto com a ARS Algarve e a Santa Casa da Misericórdia de Lagos da criação, em Lagos, de um equipamento destinado à prestação de serviços de Cuidados Continuados.

Dar conhecimento desta deliberação à Comunicação social e divulgar na página eletrónica da Assembleia Municipal de Lagos.”

  • PARTILHAR   

Outros Artigos