(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

PCP convida «democratas e patriotas» a comemorar o 25 de Abril em todo o Algarve

PCP convida «democratas e patriotas» a comemorar o 25 de Abril em todo o Algarve

As comemorações populares do 25 de Abril voltam este ano à rua, pelo que o Partido Comunista Português (PCP) reafirma o seu apelo para que «todos os que se identificam com as conquistas, direitos e valores consagrados com o 25 de Abril se associem e participem nas comemorações populares» que, um pouco por todo o país, estão em preparação.

No Algarve assinalam-se, entre outras, as comemorações populares promovidas por várias organizações sindicais, associações e outras entidades na tarde do dia 25 de Abril, na cidade de Faro, bem como as comemorações promovidas por diversas autarquias na região, com destaque para as que são dirigidas pela CDU.

O PCP destaca ainda as iniciativas de comemoração do 47.º aniversário do 25 de Abril, promovidas pela Coligação Democrática Unitária – CDU, que terão lugar em Vila Real de Santo António (dia 25, na praça Marquês de Pombal, às 15:00 horas), em Olhão (dia 24, no Largo da Restauração, às 21:00 horas), em São Brás de Alportel (dia 25, na Galeria Municipal, às 15:30 horas), em Albufeira (dia 25, no Mercado Municipal, às 10:30 horas), em Silves (dia 25, no Largo do Município, às 11:30 horas), em Portimão (dia 25, na Praça Manuel Teixeira Gomes, às 15:00 horas) e em Lagos (dia 25, Praça Gil Eanes, às 15:00 horas), como noticiado anteriormente aqui.

Adoptando todas as medidas de protecção no domínio da Saúde Pública e de prevenção face à epidemia, estas comemorações são também «uma prova de que a vida pode e deve prosseguir animando o sentido de vivência colectiva e de participação como indispensáveis à afirmação de direitos e dos valores de Abril», nas palavras do partido.

Para o PCP, estas acções constituem «um momento para não deixar confinar direitos e liberdades, exigir resposta aos mais urgentes problemas económicos e sociais que os trabalhadores e o povo enfrentam, decorrentes da epidemia e do aproveitamento que dela se está a fazer para aumentar a exploração e exigir uma outra política capaz de assegurar um país mais desenvolvido». Neste sentido, «defender e afirmar Abril e os seus valores é tão mais actual quando prossegue a tentativa de branqueamento do fascismo e do que ele representou de opressão e corrupção de um Estado ao serviço dos interesses dos monopolistas e latifundiários», frisa o núcleo.

Assim sendo, em missiva enviada à Comunicação Social, o PCP apela «aos trabalhadores, à população, à juventude e aos democratas para que por todo o país façam da sua participação um momento de afirmação do que Abril representa de avanço e conquista no plano da liberdade, dos direitos, e de progresso», reafirmando o seu total «compromisso» para com os valores de Abril, «profundamente enraizados» no povo português. «É pela sua afirmação, defesa e aprofundamento que se construirá o caminho para um Portugal mais desenvolvido, justo e soberano», terminam.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos