(Z1) 2024 - CM de Vila do Bispo - Festival do Perceve
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

«Os artistas da Festa do Avante! 2023 - Uma Festa para celebrar os 50 anos do 25 de Abril»

«Os artistas da Festa do Avante! 2023 - Uma Festa para celebrar os 50 anos do 25 de Abril»

A celebração dos 50 anos do 25 de abril de 1974, do início da Revolução dos Cravos, marca alguns dos momentos mais relevantes da programação de espectáculos da Festa do Avante! deste ano.

Para além do concerto sinfónico de sexta-feira, inteiramente dedicado a esse tema com composições feitas antes e depois do 25 de Abril relacionadas com a resistência político-cultural ao fascismo português e com o usufruto criativo que a liberdade democrática depois suscitou, será apresentado o espectáculo “Agir-Cantando Abril”, uma homenagem aos poetas e aos músicos de intervenção com Agir, Carolina Deslandes, Lura, Milhanas e Paulo de Carvalho – o cantor de “E Depois do Adeus”, uma canção que serviu de senha para o Movimento das Forças Armadas que derrubou a ditadura.

Mas outros grupos que actuarão na Atalaia propõem-se celebrar o 25 de Abril, seja por prepararem números especiais sobre o tema seja por o seu reportório assentar significativamente em canções de carácter político-social ou mesmo de intervenção: são exemplos A Garota não, Bateu Matou, Boémia, Luta Livre, a italiana Loredana Savino (que apresenta o álbum “Disco Comunista”) ou a programação da Rave Avante!, que junta DJs respectivamente, Ecstasya, Photonz (Portugal), DJ Satélite (Angola), e Ciel (Sino-Canadiana) num espectáculo de música de dança engajada na defesa dos direitos humanos e da liberdade.

Jorge Palma e Rui Reininho apresentarão o último disco de Palma, “Vida”; Tim (voz dos Xutos & Pontapés) lidera um concerto com alguns dos seus temas mais conhecidos; Rodrigo Leão irá dar um espectáculo para dois pianos sendo que a pianista interlocutora é a sua filha, Rosa.

Mimicat, Nenny, Expresso Atlântico e Ruben Torres mostram novos projectos e novos artistas que já atingiram níveis de popularidade e de qualidade superlativos.

Um nome histórico do punk brasileiro, o antibolsonarista grupo Ratos de Porão, lidera uma eclética representação internacional de países de língua oficial portuguesa: África Negra (São Tomé e Príncipe), Banda Kanana (Moçambique) e Francisco El Hombre (Brasil).

Dos Estados Unidos da América chega-nos a reputação de uma das melhores bandas de bluegrass de Nova Iorque, a Chris Luquette East Coast Bluegrass Band e, do outro lado do mundo, do país onde a música está proibida, o Afeganistão, apresentar-se-á um grupo de músicos afegão sob o nome Not Forbidden.

Mísia e Ricardo Ribeiro representarão o melhor do fado, José Barros com o Navegante convida Mimmo Epifani (Itália) e Planície Cantada, o grupo Criatura com Coro dos Anjos exibirão as novas tendências da Música Popular Portuguesa.

Não podia faltar o jazz: o Hot Club de Portugal celebra 75 anos e vai festejá-los na Festa do Avante! através da sua Orquestra e da convidada Selma Uamusse com uma peça que, como não podia deixar de ser, num ano de celebração do 25 de Abril, aborda uma história de libertação humana, neste caso a dos afro-americanos: “Black, Brown and Beige”, composta por Duke Ellington.

E para entusiasmar os mais pequenos, seus pais, irmãos, avós, tios, padrinhos e afins lá estarão também Os Traquinas que já animaram écrans e palcos por esse País fora.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos