(Z1) 2022 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Município de VRSA diminui passivo e cumpre Regra do Equilíbrio Orçamental

Dados relativos ao primeiro semestre de 2022 revelam redução do passivo corrente na ordem dos 8,24% e mostram melhoria em todos os rácios financeiros e económicos
Município de VRSA diminui passivo e cumpre Regra do Equilíbrio Orçamental

O município de Vila Real de Santo António registou uma evolução positiva na generalidade dos indicadores financeiros, na primeira metade do ano de 2022.

Os dados constam no Relatório sobre a Situação Económica e Financeira relativa ao primeiro semestre de 2022, elaborado pelos Revisores Oficiais de Contas, e foram hoje apresentados pelo presidente da Câmara Municipal de VRSA em sede de Reunião de Câmara.

De acordo com Álvaro Araújo, «verificou-se, no primeiro semestre de 2022, uma redução do passivo corrente de 8,24% e do passivo total de 2,14%, face ao período homólogo», pelo que «a Regra do Equilíbrio Orçamental encontra-se a ser cumprida, nos termos em vigor, apresentando um saldo positivo de 2.529.755,00 euros».

Os números apresentados revelam igualmente uma melhoria em todos os rácios financeiros e económicos de 31.12.2021 para 30.06.2022, sendo intenção do executivo municipal dar continuidade à tendência de boas práticas implementadas na autarquia

Assim, e no caso da rubrica de Fornecimentos e Serviços Externos, registou-se uma diminuição relativa no peso dos gastos quando comparada com o final do 1.º semestre de 2021, de 30,33%, para 26,90%, verificando-se ainda, na mesma base de análise, uma redução de 5,68%, no 1.º semestre de 2021, para 1,8% a 31/06/2022 no que concerne à rubrica de Transferências e Subsídios Concedidos.

Da análise relativa do peso dos rendimentos, destaca-se que a receita da rubrica Impostos e Taxas evoluiu, em termos absolutos, 1.200.537,00 euros. O resultado no 1.º semestre de 2021 foi de 1.737.943,00 euros e, no período homólogo, subiu 30,50%, para 2.500.599,00 euros.

A título de exemplo, o presidente da Câmara Municipal de VRSA evidenciou as despesas realizadas com eventos, nos últimos anos, e comparou-as com o valor cabimentado até ao final de 2022.

Através da análise dos últimos 12 exercícios, de 2010 a 2021, verificou-se que a média da despesa realizada em eventos foi de 1.663.641,52 euros, enquanto em 2022 encontram-se cabimentados, até ao final do ano, 541.755,00 euros, mantendo-se, ainda assim, um dinamismo ao nível da programação cultural, desportiva e associativa.

«Este é o sinal de uma nova gestão, mais eficiente e mais eficaz, centrada numa transparência que tem por base uma política de contas certas, que zela, em simultâneo, pelo progresso e qualidade de vida do nosso concelho», conclui Álvaro Araújo.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos