(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Município de Albufeira avança para a construção do lar, apoio domiciliário e centro de dia das Fontainhas

Município de Albufeira avança para a construção do lar, apoio domiciliário e centro de dia das Fontainhas

Foi assinado ontem de manhã, o contrato no valor de €8.254.663,93, que vai permitir a edificação do Lar, Apoio Domiciliário e Centro de Dia das Fontainhas.

“Que seja em boa hora”, referiu o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Rolo, no momento em que assinava o contrato com o representante da Telhabel – Construções SA, empresa responsável pela obra. O documento segue agora para o Tribunal de Contas, esperando-se que a obra possa ter o seu início no final do próximo mês de setembro, tendo um prazo de execução de 720 dias.

Este novo equipamento social dará resposta a 131 utentes, sendo que a valência de Lar tem capacidade para acolher 61 pessoas, a valência de Apoio Domiciliário, 20, e o Centro de Dia acolherá 50 utentes.

“Este ato é de uma importância relevante para o nosso concelho, na medida em que contribui para uma resposta social há muito esperada”, refere José Carlos Rolo, lembrando que a empresa tem feito um trabalho notável, a avaliar pelas empreitadas já realizadas em Albufeira, nomeadamente a do Lar, Creche e Centro de Dia de Olhos de Água, bem como a Creche da Guia. “Temos pautado as nossas respostas por um trabalho transversal, desde a infância à terceira idade, sendo o mês de agosto deste ano um momento que marca a nossa Autarquia, pois no mês em que vamos inaugurar, no próximo dia 20, o Lar, Creche e Centro de Dia de Olhos de Água, assinamos também o contrato para um novo equipamento da mesma natureza”.

A empreitada prevê a construção de um edifício principal e um anexo com áreas técnicas de apoio, assim como vias de acesso, estacionamento e arranjos dos espaços exteriores envolventes. O edifício principal compreende a estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI), para além da valência de Centro de dia e apoio domiciliário, incluindo áreas de convívio e de apoio. Haverá ainda a construção, com 1 piso, de um anexo, sendo o piso inferior destinado a áreas técnicas de apoio ao edifício principal e nos espaços exteriores, haverá reservatórios de águas (incêndio, consumo e rega), bem como uma central de emergência e um posto de transformação. Refira-se que o terreno para este novo equipamento tem uma dimensão de 28.356 m2 e é constituído por três parcelas: uma delas destina-se então aos equipamentos, a outra é uma zona rural e a terceira parcela será para uso agrícola. Com duas entradas, este complexo social vai preservar o mais possível as árvores já existentes no terreno.

Satisfeito, o presidente da Câmara Municipal espera que tudo decorra da melhor forma e avança que “estamos empenhados em fomentar um envelhecimento sustentável no concelho de Albufeira, significando isso estarmos atentos a todas as formas do cuidar. Uma delas, nasce com as estruturas físicas e a outra, traduz-se em apoios para que as IPSS’s promovam um envelhecimento que mantenha a capacidade funcional dos utentes, ou seja, que orientem o seu trabalho para a manutenção das suas capacidades, permitindo que todas as pessoas sejam e façam o que têm como razões para valorizar. Com isso, urge combater o idadismo e vermos nos idosos fontes valiosas de aprendizagem. Para isso, os nossos idosos, e amanhã seremos nós os integrantes dessa faixa etária, têm que ter boas condições de vida”.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos