(Z1) 2022 - Água - Poupe Hoje Para Não Faltar No Verão
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Mais ecopontos perto de casa e incentivos para aumentar a reciclagem de embalagens

Mais ecopontos perto de casa e incentivos para aumentar a reciclagem de embalagens

“Radar da Reciclagem” Sociedade Ponto Verde / Marktest

A terceira vaga do “Radar da Reciclagem” da Sociedade Ponto Verde, realizada entre 21 de Outubro e 4 de Novembro, observou que no período em análise, 14% da população portuguesa ainda não tinha hábitos de reciclagem. A distância de casa ao ecoponto é apontada por 60% dos portugueses não recicladores como uma das principais barreiras no que diz respeito à separação de embalagens, sendo que, daqueles, 71% afirma que faria a separação destes resíduos caso tivessem à sua disposição um ecoponto a menos de 50 metros da habitação.

Segundo este estudo, para estes indivíduos, a oferta de incentivos (69%) que podem ser monetários, fiscais ou na forma de vales/descontos, a realização de melhorias nos equipamentos de separação de resíduos no exterior das habitações (50%) e uma maior credibilidade no processo de reciclagem (43%) são fatores a considerar para modificar os seus actuais comportamentos de reciclagem e passarem a contribuir para um futuro mais sustentável.

Cerca de 40% dos portugueses refere ainda ter dúvidas sobre a Reciclagem

Em termos globais, 65% da população considera que reciclar é fácil, embora uma análise mais profunda às conclusões da terceira vaga do “Radar da Reciclagem” revele que 40% dos portugueses não estão ainda completamente esclarecidos sobre esta temática. É junto do género feminino, da faixa etária dos 45/64 anos, na região do Litoral Centro e entre aqueles que não têm hábitos de separação que se encontram as maiores percentagens de indivíduos que referem ainda ter dúvidas.

A distinção do ecoponto correto para a colocação das várias embalagens é a maior dúvida em relação à reciclagem, tendo sido mencionada por 62% dos indivíduos que se dizem não totalmente esclarecidos – em particular são do género feminino, em idades entre os 25/34 anos e residentes na Grande Lisboa.

Em contrapartida, é entre indivíduos do género masculino, entre as faixas etárias mais jovens (15/44 anos) e os residentes na região Sul que se encontra maior percentagem de indivíduos que se dizem totalmente esclarecidos sobre a Reciclagem.

Para Ana Isabel Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde, “Estes resultados levam-nos a concluir que há ainda um caminho a percorrer para continuarmos a assistir à mudança de comportamentos que levem a um maior aumento nas taxas de separação e reciclagem de embalagens em Portugal.”

Nessa medida, é essencial que se continue a actuar em rede com todos os agentes económicos e em grande proximidade nas comunidades, a criar novas ideias e modelos que incentivem a reciclagem de embalagens e a desenvolver campanhas de comunicação que continuem a sensibilizar e a esclarecer as dúvidas que ainda persistem. É com o empenho e a mobilização de todos em torno da circularidade que continuaremos a construir um mundo ainda mais sustentável”, concluir a CEO da Sociedade Ponto Verde.

Sobre o inquérito

A recolha da informação foi realizada online, entre os dias 21 de Outubro e 4 de Novembro. O universo em estudo é constituído por indivíduos de ambos os géneros, entre os 15 e os 64 anos, residentes em Portugal Continental. A amostra desta vaga é constituída por 1000 entrevistas, realizadas junto do universo definido. A amostra é representativa e proporcional ao universo em estudo, tendo sido aplicadas quotas de acordo com as variáveis género, idade e região, tomando por base os dados dos Censos 2011 (INE). O erro amostral deste estudo é de ± 3,09 p.p. e foi calculado para um intervalo de confiança de 95%.

Sobre a Sociedade Ponto Verde

A Sociedade Ponto Verde é uma instituição privada sem fins lucrativos que tem por missão organizar e gerir a retoma e valorização de resíduos de embalagens, promovendo a Economia Circular através da implementação do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE). A sensibilização e a educação para as melhores práticas ambientais são um dos grandes objectivos da Sociedade Ponto Verde junto dos portugueses.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos