(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Iniciativa "Réveillon em casa - Música à Porta" arranca esta tarde. PSD Portimão comenta

Iniciativa "Réveillon em casa - Música à Porta" arranca esta tarde. PSD Portimão comenta

A Iniciativa “Réveillon em Casa – Música à Porta” custará 75 mil euros aos Portimonenses, afirma o PSD Portimão: «Esta tarde faça adeus ao ano e aos seus 75.000€ que irão passar pela sua porta».

Nas palavras do Partido Social Democrático de Portimão, "O executivo socialista camarário de Portimão decidiu esbanjar 75 mil euros numa curta iniciativa, denominada Réveillon em Casa – Música à Porta". Esta terá a duração de 6 horas, sendo que dois camiões de grandes dimensões circularão, entre as 15:00 horas e as 21:00 horas, por Portimão, ao som dos concertos ao vivo protagonizados por César Matoso, Filipa Sousa, Gabriel de Rose e Filipe Knox, tendo por cabeças de cartaz DJ Ari Girão e Virgul.

O PSD Portimão critica a iniciativa, uma vez que o último ano foi marcado por «um acentuar económico sem precedentes no Município de Portimão, em virtude da realidade pandémica trazida pela doença COVID-19».

Diz o portal base.gov que a prestação de serviços para passagem de ano 2021 terá o custo de €74.990,00, suportados pelo Município de Portimão, superando, inclusive, os 50.000,00€ presentes na proposta de deliberação 901/20, precisamente para a abertura de procedimento por consulta prévia para prestação de serviços do referido evento. Recorda o PSD de Portimão que «o Vereador eleito pelos Social-democratas, Manuel Henrique Valente, iria votar contra a referida proposta, porém, esta foi retirada de votação por "erros processuais", no entanto, salienta a estrutura portimonense que, tendo sido o procedimento de consulta prévia aprovado para 50.000,00€, carece explicação o acrescento do valor adjudicado pela verba superior de 74.990,00€».

Reforça o PSD de Portimão que, por cada hora desta iniciativa que «não rentabiliza nenhuma economia local e nada acrescenta ao presente e futuro da esmagadora maioria dos munícipes, custará 12.500,00€ por cada uma das seis horas de funcionamento dos dois camiões». Salienta ainda o PSD «estranheza de, no processo de candidatura, ser imposto pelo Município como norma a automática selecção dos artistas Virgul e DJ Arão que, naturalmente, por negociação com agentes, porventura tenha possibilitado a "coerciva" adjudicação a uma específica empresa, a Sigmaconstellation, que provavelmente era a única empresa candidata com acordo com os referidos artistas». Informa o PSD que esta informação está «presente e factual no processo».

  • PARTILHAR   

Outros Artigos