(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

Festival da Batata-Doce de Aljezur já cumpriu 20 anos de sucesso

Festival da Batata-Doce de Aljezur já cumpriu 20 anos de sucesso

Sempre a crescer a edição 2018 bateu recordes e trouxe novidades.

O jornal Correio de Lagos acompanhou a par e passo o 20º Festival da Batata-Doce de Aljezur. Na inauguração que decorreu no dia 30 de Novembro, houve oportunidade para relatar a intervenção do presidente da Câmara Municipal de Aljezur José Gonçalves, bem como descrever a visita aos stands e o jantar convívio entre organização e ilustres convidados.
Já em pleno Dezembro, no dia 1 (Sábado), registou-se uma autêntica enchente, destacando-se do aliciante programa a apresentação do Projecto Lavrar o Mar e também o Concurso de Doçaria de Batata-Doce e respectiva Entrega dos Prémios, junto ao Palco Cozinha.
Ao terceiro dia deste extraordinário evento, onde mora a melhor batata-doce do mundo, todos os caminhos foram dar ao EMA – Espaço Multiusos de Aljezur. Sem surpresa houve casa cheia, junto aos restaurantes e tasquinhas, no percurso pelos vários stands, na tenda exterior onde a animação musical pontificou, sem esquecer a visita obrigatória à cerveja com batata-doce. Um dos pontos altos da programação de Domingo foi a apresentação de Produto - Conservas Martins e Pereira, no Palco Cozinha.
Nesta montra privilegiada de Aljezur, que projecta as Terras do Infante, mas igualmente prestigia o Algarve e o sul de Portugal, a rainha batata-doce deu nas vistas. Com efeito, sucederam-se as filas para comprar os últimos sacos disponíveis no stand da Associação de Produtores de Aljezur. “ A Lyra bateu novo recorde de vendas”. E para acabar em beleza, depois de um requintado jantar na abertura do Festival, no Clube de Caça e Pesca de Aljezur, o repasto de encerramento foi saboreado no Odeceixe Café. A couvada e o bacalhau já tinham esgotado, tamanha foi a procura, mas assim a nossa equipa de reportagem teve oportunidade de deliciar-se com o baptismo de três pratos: feijoada de choco, grão com choco e ensopado de cação. E, pois claro, sempre com a inevitável batata-doce a acompanhar.

Saiba mais (recordes, referências e protagonistas), numa reportagem especial a publicar na edição impressa de 19 de Dezembro do Correio de Lagos – o jornal das Terras do Infante.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos