(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Eficiência Energética – Águas do Algarve vez mais “verdes”

Eficiência Energética – Águas do Algarve vez mais “verdes”

As energias limpas são aliadas do ambiente. Preservam os recursos esgotáveis, garantem a manutenção dos ecossistemas, reduzem a incidência na emissão de gases poluentes responsáveis pelo efeito estufa, entre tantos outros benefícios.

E nas Águas do Algarve querem fazer parte desta equação, contribuindo para a manutenção do bem-estar da sociedade de modo geral e para a preservação do ambiente investindo progressivamente em energia renovável.

A Águas do Algarve tem vindo a evoluir no que respeita à Energia Verde e eficiência energética, tendo vindo a destacar-se tanto na mobilidade eléctrica como na produção de energia renovável.

Veja-se que a nível nacional, e de acordo com dados de abril de 2020, as fontes de energia renovável contribuíram com 72,10% do total da geração de eletricidade.

A Águas do Algarve desenvolveu um plano de gestão de energia tendo como pressupostos a maximização do aproveitamento energético dos activos e recursos endógenos e a racionalização dos consumos e visando melhorar o seu desempenho energético. Trata-se de um Plano de Eficiência e de Produção de Energia (PEPE), que agrega um largo conjunto de medidas de eficiência energética e de produção de eletricidade a partir de fontes renováveis com o objectivo de reduzir os consumos, aumentar a produção própria e melhorar as condições de aquisição de energia eléctrica.

Mobilidade eléctrica:

Na área da mobilidade eléctrica, as viaturas eléctricas adquiridas, 14 viaturas ligeiras de passageiros e 2 viaturas ligeiras de mercadorias encontram-se ao serviço de todos os setores da empresa, e percorreram desde o início do ano de 2019 e até 31/12/2019 cerca de 310.419 km.

A utilização das viaturas eléctricas implicou um consumo de energia eléctrica de 40.196 kWh o que correspondem à emissão de 19 Ton de CO2 para a atmosfera. A substituição das viaturas convencionais por eléctricas permitiu evitar uma emissão de 49 Ton de CO2 para a atmosfera.

Na área da certificação da frota, em 2019 foi obtida a Certificação de toda a Frota automóvel de viaturas de serviço da empresa.

Na área da Produção de energia eléctrica renovável até 2020 estão previstas a instalação de mais 13 centrais fotovoltaicas com uma potência instalada unitária superior a 100 kW o que permitirão produzir perto de 4,4 GWh/ano a acrescentar aos 2GWh que atualmente a empresa já produz nas 60 centrais fotovoltaicas existentes na empresa. Também como complemento, continuam em estudo mais 2 grandes centrais fotovoltaicas (perto dos 500 kW de potência unitária a instalar em duas grandes instalações de consumo intensivo energético que entraram em serviço ainda no decorrer de 2018. Atualmente deu-se por concluída a ampliação da central fotovoltaica da ETA de Alcantarilha com mais 186 kW de potência instalada e foi iniciada a construção de mais uma ampliação desta central em 45 kW aproveitando o espaço disponível na cobertura de um novo edifício em construção na sequência da introdução de mais um órgão de tratamento na ETA de Alcantarilha.

Também entrou em serviço mais uma noval central fotovoltaica na ETAR de Faro Olhão com 50 kW para produzir em regime de auto consumo.

Após a concretização destes projectos, ainda em estudo, a empresa produzirá perto de 8GWh por ano o que representará uma autonomia energética perto dos 10% dos consumos totais de energia eléctrica da empresa e uma poupança de recursos financeiros da ordem dos 800.000€/ano, assim com evitar a emissão anual de 3760 Ton de CO2 para a atmosfera.

Na área da redução dos consumos de energia reativa, foi iniciada a implementação de um plano de redução de consumo de energia reativa que implicará a intervenção em 48 instalações que atualmente representam um custo anual em energia reativa da ordem dos 47.000 €. O investimento previsto ascende ao valor de 115.000€ o que permitirá recuperar o investimento em cerca de 2,5 anos.

PPEC e projectos futuros

No âmbito do PPEC (Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de energia eléctrica) foi aprovada e candidatada a implementação de 9 medidas de eficiência energética. Destas medidas, pode-se destacar a substituição integral de toda a iluminação artificial por uma iluminação baseada na tecnologia LED.

Também no alinhamento com a estratégia nacional para a neutralidade carbónica a atingir no ano de 2050, veio a Águas de Portugal anunciar um projeto para a concretização na neutralidade energética em 2030 onde, naturalmente também a Águas do Algarve está inserida. O projeto permitirá que a empresa venha a alcançar a neutralidade de emissões, produzindo a sua própria energia a partir de fontes renováveis, através da instalação de centrais de produção de energia hidroeléctrica nas suas condutas de água, eólica e fotovoltaica, retirando ainda partido do armazenamento nos reservatórios de água existentes, assim como no contínuo aumento da eficiência energética ao nível dos processos e das infraestruturas das suas próprias instalações. Uma verdadeira aposta na sustentabilidade ambiental, social e económica, reduzindo a exposição da empresa ao mercado energético.

A empresa tem como objectivo, até 2030, tornar-se o primeiro operador regional do setor da água energeticamente neutro, reforçando a sua eficiência energética, produzindo energia eléctrica a partir de fontes renováveis, resultando na eliminação 38 mil toneladas de emissões de CO2.

Verifica-se que a nível nacional a maior utilização dos recursos endógenos e renováveis portugueses para a produção de eletricidade tem alterado a composição do mix de produção de eletricidade em Portugal e tem, consecutivamente, desempenhado um papel cada vez mais determinante na satisfação do consumo

Nos próximos anos prevê-se que a eletricidade renovável continue a influenciar a descarbonização da sociedade portuguesa, motivada pela previsão de aumento da produção de energia eléctrica de origem renovável.

A utilização de energias alternativas, como são as energias renováveis, são fontes de energia que possuem um impacto ambiental significativamente inferior ao das tecnologias convencionais de energia com base em combustíveis fósseis. É inquestionável que a energia alternativa contribui para a manutenção e a preservação do ambiente, e a melhor alternativa para garantir um futuro mais sustentável, num planeta que se pretende limpo e verde, quer para as nossas gerações atuais bem como para as vindouras.

As energias renováveis ​​são aquelas naturais, inesgotáveis, limpas e que se regeneram em pouco tempo sem impactar o ambiente, são obtidas a partir de recursos da natureza, como sendo o sol, ar, água, chuva, oceanos, rios, ondas, calor da terra, matéria orgânica, entre outros.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos