(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

Bloco de Esquerda: Aprovado Projecto de Resolução pela manutenção e reforço do Programa 365 Algarve

Bloco de Esquerda: Aprovado Projecto de Resolução pela manutenção e reforço do Programa 365 Algarve

Foi aprovado nesta quinta-feira, dia 8 de Abril, na Assembleia da República, o Projecto de Resolução do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) que propõe ao governo a manutenção e o reforço do Programa 365 Algarve.

Esta é «uma vitória importante para o Algarve no campo da Cultura em tempos de crise», segundo o Bloco, que julga «fundamental» manter o Programa 365 Algarve, mesmo que este venha a ser objecto de alguma reformulação.

Para o BE, é preferível que «um programa desta natureza se encontre sob a tutela do Ministério da Cultura» ao invés do Ministério da Economia, sendo que «a manutenção e o reforço do Programa 365 Algarve ainda mais se justifica por ser esta região uma das mais atingidas pela grave crise social e económica e com tendência a agravar-se ainda mais, e onde a Cultura é uma das actividades fortemente afectadas».

Neste sentido, o receio é que o programa termine «sem nada em sua substituição, e nem ao menos uma avaliação e uma decisão oficial por parte dos responsáveis políticos», manifesta o Bloco, sendo a Cultura também «um veículo de dinamismo económico para os agentes do Turismo, para a Restauração e para os hotéis».

.

Sobre o Programa 365 Algarve

Lançado em Agosto de 2016, o Programa 365 Algarve conta com um orçamento de 1,5 milhões de euros, cuja finalidade visa aliar Cultura e Turismo a fim de combater a sazonalidade no Algarve.

O 365 Algarve foi vivamente acolhido pela Região de Turismo do Algarve e pela Direcção Regional de Cultura, tendo levado a cabo mais de um milhar de espectáculos e outras iniciativas de âmbito cultural em todos os 16 concelhos da região, ao longo de quatro anos.

Entre os projectos dinamizados encontram-se a Cantata Mundi, com lugar em Vila do Bispo; o Ciclo Guitarras & Património, que aconteceu em todos os concelhos do Algarve; o FIMA, Festival Internacional de Música do Algarve, que foi até Faro, Silves, Loulé, Portimão, Lagos, Albufeira e Tavira; e ainda o evento "Lavrar o Mar – As Artes no alto da serra e na Costa Vicentina", em Monchique e Aljezur.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos