(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Associação de Guias Intérpretes e Centro Ciência Viva de Lagos promovem acção de formação sobre a Geodiversidade do Algarve

Associação de Guias Intérpretes e Centro Ciência Viva de Lagos promovem acção de formação sobre a Geodiversidade do Algarve

No dia 27 de Maio, hoje, quinta-feira, pelas 15:00 horas, realiza-se a primeira acção de formação sobre a Geodiversidade do Algarve que será ministrada online pelo Director do Centro Ciência Viva de Lagos, Luís Azevedo Rodrigues.

A Agigarve (Associação de Guias Intérpretes do Algarve) desafiou o Centro Ciência Viva de Lagos para promover duas acções de formação sobre a Geologia do Algarve, não só para estes profissionais, mas igualmente para outros colegas do resto do país.
Cristina Marreiros, Presidente da Agigarve e principal impulsionadora destas acções de formação divulgou que existem já «mais de 50 inscrições de nossos colegas, metade do Algarve, metade do resto do país o que revela um grande interesse por parte do Guias Intérpretes noutras áreas do Algarve, neste caso do Património Natural». Acrescentou que têm sido promovidas «várias acções de formação para os nossos colegas não só porque temos estados “parados”, mas sobretudo para dará a conhecer outras áreas do conhecimento que permitam diversificar e valorizar as experiências turísticas no Algarve».

Para o mês de Junho, os Guias Intérpretes algarvios e do resto do país terão uma segunda formação focalizada na cidade de Lagos, Fara e Tavira também igualmente sobre estas questões, desta feita sobre a Geologia e Paleontologia Urbana.
Luís Azevedo Rodrigues, Director do Centro Ciência Viva de Lagos, explicou que: «As cidades foram e são grandes consumidoras de recursos geológicos. Igrejas, monumentos, edifícios e equipamentos urbanos são, assim, locais privilegiados para a divulgação das Geociências, promovendo a literacia científica, no que se designa de Geologia e Paleontologia Urbanas. Desta forma, promove-se e valoriza-se o património histórico destas cidades ao mesmo tempo que fornecemos ao Guias Intérpretes informação geológica e paleontológica que permitirá a estes profissionais enriquecer as experiências turísticas que os visitantes nacionais e estrangeiros têm no e sobre o Algarve». Complementou ainda afirmando que: «O Ciência Viva de Lagos, por intermédio destas acções gratuitas, cumpre assim dois dos seus objectivos e missões: promover a cultura científica, por um lado, e ser relevante para os profissionais da maior actividade económica no Algarve – o turismo».

  • PARTILHAR   

Outros Artigos