(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Algar renova certificações

Algar renova certificações

A Algar, S.A., renovou a certificação do Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do trabalho implementado na Organização, tendo também reunido todas as condições para lhe ser concedida a manutenção das certificações integradas dos Sistemas de Gestão da Qualidade e Ambiental.

Segundo a Presidente da Comissão Executiva da Algar, Telma Robim, “a empresa foi auditada entre os dias 16 e 19 de dezembro de 2019, tendo sido considerado pela entidade certificadora, APCER, que se encontravam reunidas as condições necessárias implementado em todas as unidades administrativas, de suporte e operacionais, nomeadamente: a atividade de Recolha Seletiva; 2 Aterros Sanitários; 8 Estações de Transferência; 13 Ecocentros; 2 Estações de Triagem; 3 Unidades de Valorização Energética do Biogás; 3 Unidades de Compostagem de Resíduos Verdes; 3 Unidades de Tratamento de Lixiviados e 1 Central de Valorização Orgânica. Todas as instalações e atividades da empresa mantêm-se certificadas, deixando-nos muito satisfeitos”.

A confirmação da manutenção da certificação vem reconhecer que a gestão do sistema multimunicipal de recolha seletiva, transferência de resíduos, triagem e tratamento de resíduos sólidos da Algar, é efetuada com respeito por elevados padrões de qualidade dos serviços prestados, sobretudo quando se fala no tratamento de cerca de 400.000 toneladas de resíduos urbanos/ano.

De entre as inúmeras vantagens internas e externas inerentes ao Sistema Integrado de Gestão

da Algar, salienta-se a adoção dos princípios de prevenção da poluição, bem como da redução da utilização recursos e da aplicação das medidas compensatórias nas opções técnicas e organizacionais, com vista à minimização de impactes ambientais, o reforço da formação e a satisfação dos colaboradores, clientes, partes interessadas e sociedade de uma forma geral. No âmbito da Segurança, a Algar previne o risco de acidentes, de doenças profissionais e garante um ambiente de trabalho seguro e saudável, em todos os setores da empresa.

Telma Robim acrescenta: “ A Algar tem o Sistema de Gestão certificado em:

  • Qualidade para melhor o servir,
  • Ambiente para um Algarve mais sustentável,
  • Segurança para a proteção dos seus colaboradores,

reforçando assim, o compromisso de melhoria contínua da eficácia do Sistema Multimunicipal, e o seu contributo para o desenvolvimento sustentável da região do Algarve.

Finalmente e tendo em conta a evolução da infeção por COVID-19 em Portugal, a Algar aproveita para apelar à população que sejam cumpridas as cinco regras de deposição de resíduos essenciais, que influenciam o serviço de recolha e tratamento de resíduos urbanos, assegurado todos os dias por empresas e municípios:

5 regras de deposição de resíduos

1. Máscaras, luvas e lenços não são recicláveis, devem ser SEMPRE colocados no lixo comum.

2. Lixo contaminado não é reciclável, deverá ser SEMPRE colocado no lixo comum.

3. NUNCA deixar sacos de lixo no chão, colocar dentro do contentor.

4. Não colocar monos/monstros para recolha em fase de pandemia

5. Ficar em casa e manter a higiene

Os trabalhadores do setor da recolha e tratamento de resíduos continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas, através da recolha seletiva, e a garantir o tratamento dos nossos resíduos. A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações à recolha que o seu município e a Algar poderão ter de fazer.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos