(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

A SEDES instalou novos órgãos para o biénio do mandato do Conselho Coordenador Regional

A SEDES instalou novos órgãos para o biénio do mandato do Conselho Coordenador Regional

A SEDES – Associação para o Desenvolvimento Económico e Social, fundada em 1970 e no âmbito das comemorações do 50.º aniversário de actividade «A pensar Portugal», instalou, com a presença do seu Presidente Álvaro Beleza, da Secretária Geral Maria Joao Louro e do Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Luís Encarnação, os novos órgãos eleitos para o biénio do mandato do Conselho Coordenador Regional.

Na iniciativa da Reunião Geral de associados do algarvio, que contou com uma palestra/debate pelo associado Professor Doutor Francisco Serra, foi discutido o cenário de desenvolvimento preconizado para a região para a próxima década, tal como a SEDES está a organizar a nível nacional que culminará com apresentação de teses por temas sectoriais de propostas para Portugal, a discutir entre Outubro, Novembro e Dezembro e que estão a dominar os trabalhos, por grupos temáticos, com a defesa das propostas para o nosso futuro comum para as próximas décadas.

Também o Algarve, com os 6 grupos de Trabalho distritais já constituídos e o Conselho Distrital, com a próxima reunião conjunta a ter lugar no município de Aljezur, «prepara o futuro», com os actuais e novos associados pela afirmação do Algarve em torno da inovação com diálogo intergeracional, desenvolvimento sustentável, concertação social, capital humano e cooperação inter regional e transfronteiriça, Direitos e Cidadania activa, apontam ao futuro, mas a água, pelas bacias hidrográficas e plano verde com o Alentejo, a próxima cimeira ibérica, em que a ligação ferroviária entre o Algarve, e Andaluzia para completar o eixo mediterrânico terá que ser ponto nevrálgico comum demonstram já que o plano macro dos 3 As (Algarve, Alentejo, Andaluzia) vai ser«primordial ao desenvolvimento de estratégias de afirmação do sul ibérico no contexto europeu e nacional».

Assim, os novos órgãos distritais eleitos são constituídos por:

Paulo Neves como Presidente; Águas da Cruz; Ana Fazenda; Carlos Figueira; Carlos Martins; Fernando Villa-Nova e João Cabral.

Foram criados Grupos de Trabalho distritais coordenados por, Francisco Serra, com: Fátima Duarte, Francesco Berrettini, Paulo Cabrita, Patricia Rego, Paulo Bernardo, Rui Calado e Tiago Botelho.

Paulo Neves propõe que a SEDES Algarve possa contribuir para fazer «renascer», com outros parceiros regionais, a organização do Congresso do Algarve enquanto «espaço de reflexão, debate e afirmação da região», a cada dois anos, como «meio critico de avaliação do caminho estratégico do plano Algarve 2030 participado por quantos contribuem para fazer acontecer com qualidade e transparência».
Álvaro Beleza, cujo passado profissional o liga à instalação do Laboratório de Saúde Pública Laura Ayres, disponibilizou a SEDES, com o seu saber e experiência nestes 50 anos, pela força do seu exemplo a contribuir para que o Algarve tenha o desenvolvimento que o país precisa e enalteceu o papel dos municípios, como o de Lagoa, cujo presidente encerrou a iniciativa, na reabilitação com ambição no apoio social, desportivo e económico para a afirmação plena de oportunidades e da cidadania local participada.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos