(Z1) 2022 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Ténis: Gil, Falcão e Freitas chegam às medalhas no Campeonato do Mundo Individual de Veteranos

Trio luso apurado para as meias-finais de singulares
Ténis: Gil, Falcão e Freitas chegam às medalhas no Campeonato do Mundo Individual de Veteranos

Fred Gil, Gonçalo Falcão e Rita Freitas apuraram-se, esta terça-feira, para as meias-finais de singulares dos respectivos escalões e garantiram mais três medalhas para Portugal no Campeonato do Mundo Individual de Veteranos que a Federação Portuguesa de Ténis e a Federação Internacional de Ténis organizam até 13 de Agosto.

Vice-campeão mundial em 2021 e primeiro cabeça de série em 2022, Fred Gil deu mais um passo em relação ao desejado ouro. A vitória desta terça-feira foi a mais autoritária da semana para o ex-número 62 mundial ATP, que impôs os parciais de 6-2 e 6-1 ao espanhol Jaume Santo-Valdivieso para alcançar as meias-finais.

Esta ronda já garante a conquista de uma medalha de bronze, mas Gil quer mais e não esconde essa ambição. Para alcançar a prata, isto é, a final de singulares, terá de derrotar o indiano Ranjeet Virali-Murugesan.

No mesmo escalão, Rita Freitas voltou a avançar de forma autoritária, ao superar a sul-africana Alexandra Dreyer por 6-0 e 6-2.

A competir no mundial individual pela primeira vez na carreira, a portuguesa também já garantiu a medalha de bronze. Para fazer melhor, terá de deixar pelo caminho a primeira cabeça de série, Silvia Chuda, que vem da Eslováquia e esta terça-feira venceu Giulianna Oblitas por 6-0 e 6-0.

Gonçalo Falcão compete no escalão de +30 e esta terça-feira celebrou o terceiro triunfo da semana: os parciais de 6-2 e 6-3 perante o chileno Matias Valdes, segundo pré-designado, deram-lhe o “bilhete” para as meias-finais e a respectiva medalha de bronze.

Com a ambição de fazer ainda melhor naquele que é o seu primeiro torneio de sempre como veterano, o português, que é o oitavo cabeça de série, vai medir forças com o alemão Jens Janssen.

Em sentido contrário, Ricardo Ramos (6-3 e 7-5 para Kristian Marquart em +30), Mauri Brito Gomez (6-4, 3-6 e 6-4 para o argentino Federico Pontarolo em +40) e Sofia Prazeres (4-6, 6-2 e 6-2 favoráveis a Susi Fortun Lohrmann em +45) não conseguiram voltar a vencer e despediram-se dos respectivos quadros de singulares.

Legenda da Imagem:

1. Fred Gil;

2. Gonçalo Falcão;

3. Rita Freitas.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos