(Z1) 2022 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Ténis: Fred Gil e Gonçalo Falcão fecham com chave de ouro o Campeonato do Mundo Individual de Veteranos

Títulos de singulares em +35 e +30, respectivamente; Mundial regressa a Portugal em 2023 com +55 e +60
Ténis: Fred Gil e Gonçalo Falcão fecham com chave de ouro o Campeonato do Mundo Individual de Veteranos

Fred Gil e Gonçalo Falcão conquistaram, este sábado, os títulos de campeões mundiais de singulares masculinos nos escalões de +35 e +30, respectivamente. As duas medalhas de ouro deram o melhor desfecho possível ao Campeonato do Mundo Individual de Veteranos que a Federação Portuguesa de Ténis e a Federação Internacional de Ténis organizaram no Complexo de Ténis do Jamor, em Oeiras — o mesmo local onde na sexta-feira Rita Freitas também se sagrou campeã mundial de singulares.

Vice-campeão mundial em Umag 2021, Fred Gil assumiu desde o início da semana a ambição de conquistar o título em 2022 e este sábado alcançou esse objectivo: 6-3 e 6-1 foram os parciais do triunfo perante o alemão Tony Holzinger na final.

Aos 37 anos, o ex-número 62 do ranking mundial juntou a medalha de ouro conquistada este sábado à de prata conseguida na véspera, com Rita Freitas em pares mistos +35.

Também na manhã deste sábado, Gonçalo Falcão concluiu da melhor forma possível uma semana irrepreensível: após arrecadar os títulos de campeão mundial em pares masculinos +30 e pares mistos +30 na sexta-feira, o português de 34 anos levou a melhor sobre o russo Ivan Korol (que foi número dois mundial de veteranos em março de 2021) por 6-3 e 6-4 e sagrou-se campeão mundial de singulares +30 — uma estreia memorável em torneios de veteranos.

Nas restantes finais desta jornada, a última após 14 dias consecutivos de muito ténis espalhado por três clubes — o Complexo de Ténis do Jamor, o Club Internacional de Foot-Ball (CIF) e o Clube de Ténis do Estoril —, também foram consagrados campeões do mundo o francês Nicolas Tourte (singulares masculinos +40), o espanhol Roberto Menendez Ferre (singulares masculinos +45) e a eslovena Barbara Mulej (singulares femininos +45).

No final, Vasco Costa, presidente da Federação Portuguesa de Ténis, fez um balanço muito positivo das duas semanas de Campeonato do Mundo de Veteranos, a primeira dedicada à competição por equipas e a segunda aos quadros individuais: “Obtivemos excelentes classificações com as selecções e ao nível individual superou as expectativas, com três medalhas de ouro em singulares, uma em pares masculinos e uma em pares mistos, uma medalha de prata em pares mistos e duas medalhas de bronze em pares femininos. A Rita Freitas, o Gonçalo Falcão e o Fred Gil conseguiram sagrar-se campeões do mundo em singulares, um feito histórico no ténis português, e fizeram aqui excelentes jogos.”

O responsável federativo também salientou “a importância de conseguirmos motivar jogadores que já não competiam há muitos anos e de os vermos envolvidos neste torneio, o que nos ajuda a trazer mais pessoas para o ténis.”

Concluído o Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas e Individual (ITF World Team & Individual Championships) de 2022, uma garantia: em 2023, Portugal continuará a estar no mapa da competição, com a Federação Internacional de Ténis a depositar na Federação Portuguesa de Ténis a confiança para organizar a prova nos escalões de +55 e +60 entre os dias 30 de Julho e 12 de Agosto.

Vencedores do Campeonato do Mundo Individual de Veteranos +30, +35, +40 e +45:

  • +30

Singulares femininos: Natali Gumbrecht

Singulares masculinos: Gonçalo Falcão

Pares femininos: Eillen Aranas-Rothen e Almudena Sanz-Laneza Fernandez

Pares masculinos: Gonçalo Falcão e Tony Holzinger

Pares mistos: Mariana Correa e Gonçalo Falcão

  • +35

Singulares femininos: Rita Freitas

Singulares masculinos: Fred Gil

Pares femininos: Steffi Bachofer e Manon Kruse

Pares masculinos: Andriy Baidikov e Viacheslav Siedoplatov

Pares mistos: Steffi Bachofer e Tony Holzinger

  • +40

Singulares femininos: Manon Kruse

Singulares masculinos: Nicolas Tourte

Pares femininos: Helina Lill e Liina Suurvarik

Pares masculinos: Henry Choi e Romano Frantzen

Pares mistos: Manon Kruse e Franz Stauder

  • +45

Singulares femininos: Barbara Mulej

Singulares masculinos: Roberto Menendez Ferre

Pares femininos: Regina Balcune e Caroline De Vries

Pares masculinos: Christian Schaeffkes e Franz Stauder

Pares mistos: Brandi Bratek e Wojtek Bratek

  • PARTILHAR   

Outros Artigos