(Z1) 2024 - CM de Vila do Bispo - Festival do Perceve
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

Poullain e Legout discutem título do 32.º Faro Open

Poullain e Legout discutem título do 32.º Faro Open

Antoine Hoang e Gregoire Jacq vencem final de pares

Lucas Poullain e Timo Legout apuraram-se para a final de singulares do Faro Open e serão os protagonistas da segunda decisão 100% francesa do fim de semana, pois este sábado Antoine Hoang e Gregoire Jacq sagraram-se campeões de pares. O torneio internacional de 25.000 dólares celebra a 32.ª edição e é organizado pelo Centro de Ténis e Padel de Faro com os apoios da Câmara Municipal de Faro e da Federação Portuguesa de Ténis.

O primeiro jogador a garantir um lugar na final foi Lucas Poullain, que também foi quem mais teve de trabalhar para prolongar a estadia no torneio: o atual 849.º classificado no ranking mundial lutou durante 2h29 até dar a volta ao norte-americano Martim Damm (446.º) por 2-6, 7-5 e 7-5.

Para seguir em frente, Poullain precisou de ser paciente e esperar pelo momento certo para começar a fazer mossa ao serviço do norte-americano de 19 anos, que foi a pancada-chave da primeira partida.

Com mais soluções na linha de fundo, apesar de não ser um jogador que procure muito ter a iniciativa, o gaulês de 27 anos manteve a calma, elevou a qualidade da resposta e depois de ter desperdiçado o seu primeiro ponto de break do encontro no jogo inaugural da segunda partida voltou a partir para o ataque ao 5-6, momento em que Damm acusou a pressão e “entregou” o set com uma dupla falta.

O parcial decisivo teve contornos distintos: Damm foi o primeiro jogador a criar oportunidades de break (duas ao 3-2), Poullain fez o break em branco logo a seguir (ao 3-3) e serviu para a vitória ao 5-4, mas perdeu a vantagem já depois de ter disposto da primeira bola de jogo. No entanto, um jogo de serviço catastrófico por parte do norte-americano (com duas duplas faltas pelo meio) ofereceu ao francês uma nova oportunidade, esta não desperdiçada.

Finalista do Faro Open em 2021, Lucas Poullain terá mais uma oportunidade de sagrar-se campeão do torneio algarvio, ele que se estreou a vencer torneios do circuito internacional precisamente em Portugal (Sintra 2019).

A final de singulares está agendada para as 14 horas de domingo e será discutida com o compatriota Timo Legout (494.º), sete anos mais novo, que resolveu o seu encontro em duas partidas ao superar o checo Michael Vrbensky (364.º da tabela mundial e sétimo cabeça de série) por 6-4 e 6-3.

A diferença na primeira partida foi feita com um break logo no jogo inaugural, mas até podia ter sido dilatada, pois Legout criou três oportunidades de quebra a 5-3 no serviço de Vrbensky. No segundo parcial Legout voltou a ser o primeiro jogador a adiantar-se, mas a resposta imediata do oponente checo obrigou-o a uma nova investida.

A campanha de Timo Legout começou com um match point salvo contra Vilius Gaubas e terminará com a quinta final da carreira em torneios ITF.

Quem vencer entre Poullain e Legout completará a galeria de campeões franceses da 32.ª edição do Faro Open, que este sábado coroou Antoine Hoang e Gregoire Jacq como vencedores de pares.

O último encontro do dia foi também o mais curto, com Hoang (atual 482.º classificado no ranking de pares, mas 132.º em outubro de 2021) e Jacq (504.º que chegou a ser 210.º em 2017) a resolverem a final contra Lucas Poullain e Clement Tabur em apenas 49 minutos graças aos parciais de 6-0 e 6-1.

A vitória no Faro Open traduziu-se no 19.º título da carreira para Antoine Hoang e no 17.º para Gregoire Jacq. Já enquanto parceiros, esta foi a quarta ocasião em que os franceses celebraram lado a lado.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos