(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

Gonçalo Oliveira afasta favorito e chega às meias-finais do Loulé Open by Cimpor

Gonçalo Oliveira afasta favorito e chega às meias-finais do Loulé Open by Cimpor

Lukas Rosol eliminado nos quartos de final

Jaime Faria e Duarte Vale falham decisão de pares

O português Gonçalo Oliveira voltou a vencer e carimbou, na tarde desta sexta-feira, a passagem às meias-finais do quadro principal de singulares do Loulé Open, torneio internacional de 25.000 dólares que celebra a 13.ª edição e é organizado pelo Clube de Ténis de Loulé com os apoios da Câmara Municipal de Loulé e da Federação Portuguesa de Ténis.

Único representante português ainda em prova na variante individual, Gonçalo Oliveira (atual 464.º classificado no ranking ATP) surpreendeu o cabeça de cartaz do torneio, o belga Michael Geerts (238.º), por 6-3 e 6-4.

A vitória desta sexta-feira foi assinada em 1h43 e tal como as duas anteriores foi conseguida em duas partidas. Oliveira sentiu dificuldades em lidar com o peso de bola de Geerts nos primeiros jogos, mas encarou com naturalidade a necessidade de ser mais paciente e a partir do sétimo jogo passou a dominar grande parte das trocas de bolas.

O primeiro break do encontro surgiu ao 4-3 e a partir daí o portuense de 28 anos manteve-se sempre na frente, tendo inclusive aberto a segunda partida com uma liderança de 3-0. Só que nesse momento Geerts pediu a intervenção da fisioterapeuta do torneio, para ser assistido na perna esquerda, e quebrou algum ritmo a Oliveira, que perdeu uma das duas quebras de serviço de vantagem e teve de manter a calma para não deixar escapar a liderança.

Nas meias-finais, Gonçalo Oliveira vai medir forças com Jesper de Jong, dos Países Baixos. O número 295 mundial confirmou o estatuto de terceiro cabeça de série ao vencer um braço de ferro de 3h03 com o francês Clement Chidekh (404.º) por 6-7(4), 6-4 e 6-4.

Do outro lado do quadro, Lucas Poullain prolongou a série vitoriosa (já são oito) e graças aos parciais de 7-6(5) e 6-1 afastou o checo Lukas Rosol, ex-número 26 mundial.

Campeão do Faro Open no domingo, o francês vai discutir o acesso a mais uma final com Giovanni Fonio (331.º), italiano que se agarrou ao estatuto de quarto pré-designado ao superar o espanhol Adria Soriano Barrea (544.º) por 6-2 e 6-4.

Nos pares, o torneio ficou muito perto de contar com representação lusa na decisão, mas Jaime Faria e Duarte Vale perderam no match tie-break, por 6-2, 6-7(6) e 10-6, para Jesper de Jong e Aidan Mchugh. O neerlandês e o britânico são os primeiros favoritos e medirão forças na final (não antes das 15 horas) com Sidane Pontjodikromo e Niels Visker, dois jogadores dos Países Baixos.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos