(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

Aprovado o Plano de Implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local “Vicentina ADERE 2030”

Aprovado o Plano de Implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local “Vicentina ADERE 2030”

Decorreu na passada terça-feira, dia 25 de junho de 2024, no Salão Nobre dos Antigos Paços do Concelho em Lagos, a assembleia de parceiros do GAL Vicentina ADERE 2030.

Esta assembleia teve como objetivo a apresentação e aprovação do Plano de Implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local (EDL), para o próximo período de programação, que conta com 23 freguesias do Barlavento Algarvio (21 rurais e 2 urbanas), com uma população de 83 915 habitantes.
A sessão contou com a representação de 24 das 52 entidades parceiras. O GAL Vicentina ADERE 2030 é uma parceria constituída por entidades públicas e privadas -locais, regionais e nacionais, incluindo municípios, associações sectoriais,instituições de ensino e da economia social, entre outras, que se encontra organizada em três redes setoriais:
• Agricultura, agroalimentar, floresta e ambiente;
• Desenvolvimento local, turismo e património;
• Social, educação, formação, juventude e cidadania.
Esta foi uma sessão de trabalho muito participada, onde se elegeu inicialmente a presidência da Assembleia de Parceiros que ficou a cargo do Município de Aljezur. Seguidamente procedeu-se à votação da composição do Órgão de Gestão, constituída por 5 parceiros privados e 2 parceiros públicos. As linhas gerais do plano de implementação foram apresentadas por Aura Fraga, coordenadora do GAL, que relembrou a fase anterior da candidatura, as tipologias de intervenção alvo de financiamento, as temáticas de cooperação e o modelo de governança da parceria. As cinco tipologias de investimentos são as seguintes:
• Pequenos investimentos na bio-economia e economia circular;
• Pequenos investimentos na exploração agrícola;
• Investimentos em diversificação, comércio e serviços associados;
• Inovação na comercialização, cadeias curtas e mercados locais;
• Conservação e valorização do património rural, natural, cultural e gastronómico (aldeias inteligentes); Após apresentação, o plano de implementação foi colocado a votação dos parceiros, sendo aprovado por unanimidade.
O Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC) é uma forma de abordagem integrada para o desenvolvimento territorial que, na sua vertente rural, é apoiado pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER), através do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC).

  • PARTILHAR   

Outros Artigos