(Z1) 2022 - Água - Poupe Hoje Para Não Faltar No Verão

Grupo "Os Mosqueteiros" entrega 162 euros mil para concretizar projectos de 12 instituições solidárias

Grupo "Os Mosqueteiros" entrega 162 euros mil para concretizar projectos de 12 instituições solidárias

No total, o Grupo "Os Mosqueteiros" irá entregar 162 mil euros, divididos por doze instituições de solidariedade de Norte a Sul do país. O grupo entregou, em plena época natalícia, os votos dos portugueses, de forma a que os projectos das instituições se concretizem.

Durante 20 dias, os portugueses desejaram "Votos Felizes" e o Grupo doou dois euros por cada um desses votos. No total, são 162 mil euros que o Grupo Os Mosqueteiros vai agora entregar às doze instituições elegíveis no âmbito desta acção.

As instituições que vão receber este apoio são: o Banco de Bens Doados, a Fundação Santa Rafaela Maria, a Santa Casa Misericórdia de Boliqueime, o Centro Social Paroquial de Larinho, a Ajudaris, a Associação Baptista Shalom, a Obra Social & Cultural Silvia Cardoso, a Associação de Solidariedade Social de S. Tiago de Fraião, a Associação Centro de Convívio e Recreio do Outeiro da Cortiçada, a Associação de Solidariedade Social Alvorada na Serra, a Associação de Solidariedade Social "Renascer de Bombel" e a Casa do Povo de Vilarinho dos Freires.

João Magalhães, Administrador do Grupo Os Mosqueteiros, reforça a importância da iniciativa solidária para o grupo: "Num ano especialmente desafiante, voltámos a realizar a iniciativa “Votos Felizes”, que acontece assim pelo terceiro ano consecutivo. É nos momentos mais difíceis que se torna ainda mais importante estarmos juntos, pelo que é verdadeiramente relevante. Ao longo dos vinte dias desta campanha, percebemos que os valores desta quadra continuam bem vivos e que quando os portugueses se unem coisas fantásticas acontecem".

"Votos Felizes" é uma iniciativa criada pelo Grupo "Os Mosqueteiros", detentor das insígnias Intermarché, Bricomarché e Roady, que proporcionou aos portugueses a possibilidade de expressarem a sua vontade sobre a instituição que mais gostariam de ver reconhecida, de entre as doze instituições "elegíveis" no âmbito desta acção. Este ano, e pela primeira vez, o projecto teve a parceria da ENTRAJUDA, entidade que conhece profundamente o sector social em Portugal. A ENTRAJUDA desenvolve, desde 2004, um trabalho totalmente inovador na área social, mobilizando voluntários qualificados para levar conhecimento às instituições de solidariedade, tornando-as mais eficientes e eficazes no combate à pobreza e na promoção de autonomia das pessoas carenciadas.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos