(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Volume de ofertas de emprego no 1º trimestre de 2023 diminuiu 35% face ao período homólogo de 2022

Volume de ofertas de emprego no 1º trimestre de 2023 diminuiu 35% face ao período homólogo de 2022

O mais recente Insight da Fundação José Neves que analisa os dados das ofertas de emprego revela que, face ao período homólogo de 2022, as ofertas de emprego no 1º trimestre de 2023 diminuíram 35%. Com exceção do 4º trimestre de 2022, as ofertas do 1º trimestre de 2023 foram mais baixas do que as registadas em qualquer um dos trimestres do ano anterior.

 

Crescimento mensal das ofertas não foi contínuo no 1º trimestre de 2023

Uma análise ao 1º trimestre de 2023 revela que face a dezembro de 2022, janeiro registou um forte aumento de 56% nas ofertas de emprego. Ou seja, as ofertas do 1º mês de 2023 foram mais de 1,5 vezes superiores às do último mês de 2022. Voltariam a cair em fevereiro cerca de 21%. Apesar de em março se ter verificado uma ligeira recuperação (ofertas de emprego crescerem cerca de 5% em comparação com fevereiro), o número de ofertas do último mês do 1º trimestre de 2023 ainda foi 17% inferior ao registado em janeiro.

Profissões mais procuradas pelos empregadores no 1º trimestre de 2023

Existem seis profissões no Top 10 das profissões mais procuradas no 1º trimestre de 2023 que também estavam no top do mesmo trimestre de 2022. O ponto comum é que estas profissões envolvem uma forte componente tecnológica e com ligação ao setor do comércio.

Os ‘Programadores de software’ foram os únicos que não alteraram de posição, mantendo-se no 1º lugar do ranking entre as profissões mais procuradas nas ofertas de emprego.

Face ao 1º trimestre de 2022, os ‘Analistas de sistemas’ e os ‘Engenheiros biomédicos, de engenhos explosivos, de salvamento marítimo, de materiais, óticos e de segurança’ subiram posições entre as mais procuradas, ocupando, no 1º trimestre de 2023, o 2º e 5º lugar do top, respetivamente.

_1º Programadores de software

_2º Analistas de sistemas

_3º Diretores de investigação e desenvolvimento

_4º Pessoal de informação administrativa

_5º Engenheiros biomédicos, de engenhos explosivos, de salvamento marítimo, de materiais, óticos e de segurança

_6º Técnicos de apoio aos utilizadores das tecnologias da informação e comunicação (TIC)

_7º Especialistas em publicidade e marketing

_8º Empregados de escritório, técnicos de secretariado e operadores de processamento de dados

_9º Operadores de caixa e outros trabalhadores relacionados com vendas

_10º Contabilistas, auditores, revisores oficiais de contas e similares

Face ao 1º trimestre de 2022, as quatro profissões que saíram do top foram as seguintes: Empregados de mesa e bar; Especialistas em recursos humanos; Programadores Web e de multimédia; Representantes comerciais.

No sentido oposto entraram no top 10 as profissões: Diretores de investigação e desenvolvimento; Pessoal de informação administrativa; Especialistas em publicidade e marketing; Contabilistas, auditores, revisores oficiais de contas e similares.

Profissões que mais cresceram e decresceram no 1º trimestre de 2023 face ao período homólogo de 2022

78% das profissões Brighter Future registaram uma redução do volume de ofertas comparativamente ao trimestre homólogo de 2022. Um decréscimo que não pode ser alheio à diminuição do número de ofertas de emprego do 1º trimestre de 2023 face ao período homólogo do ano anterior (35%).

Estas foram as profissões mais penalizadas, com decréscimo a nível das ofertas de emprego superior a 75%: Operadores de instalações, da extração mineira e de processamento de minerais; Trabalhadores qualificados do fabrico e decoração de artigos de vidro e cerâmica; Engenheiros eletrónicos; Trabalhadores de vidro de ótica, salineiros, fogueteiros, revestidores manuais e escolhedores.

Estes e outros dados podem ser consultados no Insight “Como evoluíram as ofertas de emprego ao longo de 2022?”, da Fundação José Neves, através do link: https://brighterfuture.joseneves.org/insight/como-evoluiram-as-ofertas-de-emprego-2022.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos