(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Prémio Nacional de Agricultura distingue projectos e personalidades que mais contribuíram para o progresso do sector

Prémio Nacional de Agricultura distingue projectos e personalidades que mais contribuíram para o progresso do sector

Comendador Rui Nabeiro homenageado pelo seu testemunho de vida em prol da união e cooperação do sector agrícola em Portugal

Os vencedores da 11ª edição do Prémio Nacional de Agricultura, já são conhecidos. A divulgação foi feita numa cerimónia que distinguiu os casos de sucesso nacionais da Agricultura, Agroindústria, Florestas e Pecuária e que contou, uma vez mais, com a presença de Maria do Céu Antunes, Ministra da Agricultura e Alimentação, que encerrou o evento.

A iniciativa organizada em parceria pelo BPI, Correio da Manhã e Jornal de Negócios, com o patrocínio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e o apoio da PwC, contou com 1.320 candidaturas – o maior número de sempre.

Este ano foi distinguido, na categoria especial Personalidade, Joaquim Pedro Torres, pela sua extensa e reconhecida carreira, na busca pela promoção do sector agrícola nacional. Deste percurso faz parte, não só a Valinveste, empresa que criou e gere atualmente, mas também a Agroglobal, certame único no panorama nacional, que criou e dinamizou durante vários anos.

Os membros do júri decidiram unanimemente, homenagear a título póstumo o Comendador Rui Nabeiro – já distinguido pelo PNA em 2016 com o Prémio Personalidade – pelo seu valiosíssimo contributo na unificação e dinamização do sector agrícola nacional, nas suas diferentes vertentes e por se tratar de uma personalidade de vida e trabalho reconhecidos a nível global. Subiu ao palco o seu filho, João Manuel Nabeiro, que recebeu esta distinção pelas mãos de Pedro Barreto, Administrador do BPI e de Ana Dias, Administradora do grupo Cofina.

No evento foram divulgados os vencedores das cinco categorias a concurso – Jovens Agricultores, Empresário em Nome Individual, Agricultura Digital, Agricultura Exportadora e Agricultura Sustentável, tendo sido reconhecidos pelo júri as seguintes empresas e empresários:

Categoria Jovem Agricultor

Vencedor: Joel Mateus

Menção honrosa: Luis Salvado Oliveira

Empresário em Nome Individual

Vencedor: Álvaro Martinho Lopes

Vencedor: Camélia Unipessoal

Menção honrosa: Rui Lucas

Agricultura Digital

Vencedor: Jacobus Van Schie

Agricultura Exportadora

Vencedor: CACIAL

Agricultura Sustentável

Vencedor: Fromageries Bel Portugal

Pedro Barreto, Administrador do BPI e Ana Dias, Administradora do grupo Cofina, deram início a esta cerimónia com breves palavras sobre o projeto que une o BPI, o Jornal de Negócios e o Correio da Manhã na promoção, divulgação e reconhecimento do que de melhor é feito na Agricultura em Portugal, nos seus diferentes vetores e quais os caminhos que esta parceria pretende seguir, num futuro em que a aposta de todos os envolvidos, é um Sector Agrícola mais forte, mais inovador, dinâmico e competitivo.

O encerramento institucional esteve a cargo de Maria do Céu Antunes, Ministra da Agricultura.

BPI apoia empresas do setor da Agricultura

A Agricultura é um dos setores prioritários eleitos pelo BPI. O dinamismo e a resiliência da agricultura portuguesa são o reflexo da aposta na promoção da inovação e competitividade, que permitem que o setor se afirme com uma presença forte e crescente em Portugal e no estrangeiro.

O BPI afirma-se como um parceiro para as empresas do setor da agricultura. É banco oficial da Ovibeja (desde 2012), da Feira Nacional de Agricultura (desde 2014) e patrocinador da Agroglobal e do Colóquio do Milho, feiras agrícolas realizadas em Portugal, reforçando assim a proximidade com os profissionais do setor. Organiza também o Prémio Nacional de Agricultura, já na sua 11ª edição, para distinguir os casos de sucesso nacionais da Agricultura, Agroindústria, Florestas e Pecuária.

É líder no financiamento de curto prazo ao setor agrícola, com uma quota de 65% no n.º total de adiantamentos de subsídios à exploração concedidos pelo IFAP e validados pela CAP (campanha de 2022, dados até 12 de outubro) e também 65% no crédito de campanha com apoio do IFAP às unidades produtivas dos setores da agricultura, silvicultura e pecuária (1º semestre de 2022).

BPI. Banco para a Agricultura.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos