(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Litoral algarvio é o segundo mais caro do país. Preços aumentaram 5,5% num ano devido à pandemia

Litoral algarvio é o segundo mais caro do país. Preços aumentaram 5,5% num ano devido à pandemia

O preço das casas no litoral português aumentou 3,9% em Abril de 2021 face ao mesmo mês do ano passado –, fixando-se o preço do metro quadrado (m2) em 1.371 euros, segundo um estudo realizado pelo portal Idealista.

As casas no litoral do distrito de Beja foram as que mais encareceram, com os preços a dispararem 11,4%, para 1.932 euros por m2. Seguem-se as habitações localizadas nos litorais dos distritos de Aveiro, com uma subida de preço de 10,9%, do Porto (10,6%) e de Setúbal (9,4%). Já no litoral do distrito de Faro, pertencente à costa algarvia, os preços subiram 5,5%. Nos litorais dos distritos de Lisboa, Leiria, Viana do Castelo e Coimbra os preços aumentaram 5,2%, 4,3%, 4,2% e 2,9%, respectivamente, enquanto na Ilha de Porto Santo (Madeira) o aumento registado foi de 0,6%.

Por outro lado, foi na Ilha Terceira onde os preços das casas no litoral português mais desceu, -5,3%. Seguem-se a Ilha de São Miguel (-3,6%), o litoral do distrito de Braga (-3,1%) e a Ilha da Madeira (-1,3%).

É no litoral do distrito de Lisboa que é mais caro comprar casa perto da praia, com o m2 a custar 2.288 euros. Seguem-se os litorais dos distritos de Faro (2.247 euros/m2), Beja (1.932 euros/m2), Setúbal (1.855 euros/m2) e Porto (1.828 euros/m2) e a Ilha da Madeira (1.376 euros/m2) e de Porto Santo (1.334 euros/m2).

Em sentido inverso, ou seja, onde é possível comprar as casas mais baratas à venda no litoral do país, encontram-se a Ilha de São Miguel (839 euros/m2) e a Ilha Terceira (849 euros/m2) e os litorais dos distritos de Coimbra (934 euros/m2), Viana do Castelo (1.036 euros/m2), Braga (1.123 euros/m2), Aveiro (1.201 euros/m2) e Leiria (1.333 euros/m2).

Confira a tabela abaixo.

.

Metodologia

Para a realização deste relatório, utilizaram-se os dados do relatório trimestral de preços realizado pelo Idealista em Abril de 2021, analisando unicamente a habitação localizada no litoral português.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos