(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Já reabriu a loja "Casa de Praia" no Centro Histórico de Lagos

Já reabriu a loja "Casa de Praia" no Centro Histórico de Lagos

Carlos Conceição

Marta Ferreira

O jornal Correio de Lagos teve ocasião de noticiar o trágico incêndio que deflagrou no dia 23 de Dezembro de 2020 na loja "Casa de Praia", inaugurada a 28 de Março de 2017 e sita na Rua Afonso de Almeida n.º 31, que confina com a Rua 25 de Abril, em pleno Centro Histórico de Lagos. Assim, não pudemos deixar de noticiar também este momento positivo para o comércio lacobrigense e para a economia local.

O acidente aconteceu, mesmo às portas do Natal, uma época festiva apetecível para os clientes adquirirem presentes e, por consequência, visitarem aquele estabelecimento comercial. Na altura, os proprietários deixaram a seguinte mensagem: "Caros clientes, hoje o dia amanheceu triste para a Casa de Praia... Mas, como se costuma dizer, depois da tempestade vem a bonança. (…) Voltaremos a abrir portas, mais fortes!". Mantêm-se a qualidade e diversidade de produtos, aliadas ao requinte e simpatia visíveis no atendimento aos clientes.

.

A “Casa de Praia”

Entre roupa, calçado, bijuteria, acessórios, artigos de decoração, cerâmicas, artigos de papelaria, artigos praia, brinquedos de criança, águas e refrigerantes, decoração náutica e pequenos souvenirs, a "Casa de Praia" ficou conhecida pela sua multi-oferta e toque próprio de apontamentos alusivos à praia e ao meio marítimo.

«Tivemos uma grande ajuda de todos os nossos funcionário, que nos ajudaram a colocar de pé a loja. Sem eles não teríamos conseguido», afirma responsável Sara Bravo

Numa visita ao renovado espaço, a funcionar apenas até às 21:00 horas devido às restrições impostas pela pandemia, de acordo com Sara Bravo, responsável, ainda não é possível fazer um balanço apurado desde que o estabelecimento regressou ao activo. Ainda assim, garante: «Estamos de volta com todos os artigos a que sempre habituámos os nossos clientes. Aliás, o feedback relativamente à nova colecção tem sido muito positivo».

Depois do incêndio, muitos pensaram que o encerramento fosse definitivo. A respeito do tema, Sara recordou: «Tivemos uma grande ajuda de todos os nossos funcionários, que nos ajudaram a colocar de pé a loja. Sem eles não teríamos conseguido reabrir, tendo em conta o prejuízo que sofremos».

Ao momento, a "Casa de Praia" conta com 5 colaboradores. Contrariamente a anos anteriores, o actual cenário justificou a contratação de apenas um reforço para a época.

Sara perspectiva um Verão «bem diferente» comparativamente a 2020: «Não temos sequer metade dos clientes que tínhamos antes». Também os horários impostos são limitativos e, conforme explicou, mesmo quando podiam abrir até à meia noite, a afluência de pessoas não era assim tão satisfatória. Mas existe esperança, visto que, segundo a responsável, os locais são quem mais visita a "Casa de Praia". «As pessoas sempre procuraram muito a loja por ser um espaço grande e que tem tudo e mais alguma coisa», contou.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos