(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

AHRESP defende que Restauração e Alojamento precisam de manter emprego e recuperar os 100 mil postos de trabalho perdidos

AHRESP defende que Restauração e Alojamento precisam de manter emprego e recuperar os 100 mil postos de trabalho perdidos

A AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, reitera a «imperiosa» necessidade que tem vindo a defender: o reforço e continuidade dos apoios a fundo perdido às empresas das actividades, nomeadamente para a manutenção dos postos de trabalho, defendendo que «sem estes apoios continuaremos a assistir a uma destruição massiva de emprego e de empresas».

De acordo com o INE – Instituto Nacional de Estatística, o Alojamento, Restauração e similares registaram um total de 221.400 postos de trabalho no final do 1.º trimestre de 2021, o que representa uma redução homóloga de 31,4% face ao 1.º trimestre 2020, ou seja, uma perda de 101.300 postos de trabalho.

A AHRESP defende que estes dados agora divulgados exigem uma resposta «urgente» no reforço e continuidade dos apoios às empresas das actividades económicas para a manutenção dos postos de trabalho. Acrescenta ainda que as empresas da Restauração, similares e alojamento turístico, esmagadoramente de micro dimensão (mais de 95%), necessitam de apoios directos, ágeis e simplificados para poderem ter condições para manter os seus postos de trabalho e dar a resposta necessária na recuperação económica de Portugal.

Apesar do desconfinamento estar a incentivar o início da retoma na Restauração e no Alojamento, a situação das empresas ainda é «muito preocupante», segundo a Associação que alega que esta é uma consequência de mais de um ano com «enormes» prejuízos. Assim sugere que sejam envidados todos os esforços para se «evitarem perdas sociais gravíssimas».

No Boletim Diário AHRESP de dia 12 de Maio de 2021 foram ainda destacados os seguintes temas:

  • Transição digital: faltam programas mais simples;
  • Regulamentação das alterações ao Apoio à Retoma Progressiva;
  • Termina a cerca sanitária em Odemira;
  • Confederações unem-se em plataforma única;
  • Profissionais com vontade de desenvolver capacidades digitais;
  • Comissão Europeia prevê crescimento da economia portuguesa em 2021 inferior à média da Zona Euro.

Poderá consultar todos os Boletins Diários AHRESP disponíveis aqui.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos