(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Bloco de partos de Faro em risco de encerrar sala operatória de cesarianas por falta de enfermeiras

Crise na urgência de obstetrícia/ginecologia
Bloco de partos de Faro em risco de encerrar sala operatória de cesarianas por falta de enfermeiras

São 40 enfermeiras, a trabalhar por 50 e deveriam ser 70!

De acordo com o Regulamento Dotações Seguras da Ordem dos Enfermeiros, para o Bloco de Partos da Unidade Hospitalar de Faro, o cálculo aponta para a necessidade de 70 enfermeiras, mas neste momento tem ao serviço apenas 40. Estão abaixo do necessário para assegurar uma prestação com qualidade e segurança às mulheres grávidas e recém-nascidos, já que estão escaladas 9 em cada turno, quando deveriam estar 12. Situação que se agrava com o encerramento do bloco de partos de Portimão.

Referem ter atingido níveis de exaustão insuportáveis por trabalharem muitas vezes 16 horas seguidas, e várias semanas sem folgar para assegurar as 1800 horas extraordinárias mensais que são necessárias.

Por gozar estão cerca de 2000 dias de descanso!

Irão entregar até ao final da semana um abaixo assinado ao Conselho de Administração do CHUA e Ministério da Saúde, alertando para os riscos acrescidos provocados pela carência de enfermeiras e comunicam que poderá estar em causa o encerramento da sala operatória de cesarianas.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos