(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Tempo quente e seco - Perigo de Incêndio Rural

Tempo quente e seco - Perigo de Incêndio Rural

O Serviço Municipal de Protecção Civil de Portimão alerta para o tempo quente e seco que se faz sentir e para o perigo de incêndio rural. 

De acordo com a informação meteorológica disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se para as próximas 48 horas, continuação de tempo quente e seco, realçando os seguintes aspectos:

• Humidade relativa do ar (HRA) entre 20 e 35% durante a tarde de hoje.

Amanhã, HRA inferior a 30% durante a tarde; • Vento moderado do quadrante oeste, por vezes forte (até 40 km/h) de noroeste a partir da tarde de hoje.

Prevê-se ainda para amanhã a partir da tarde a ocorrência de rajadas até 65 km/h, que vão persistir durante a noite de dia 24 para 25 e de dia 25 para 26;

• Temperatura máxima com valores a rondar os 38ºC. Noites quentes, com temperaturas mínimas a rondar os 20ºC; • Instabilidade atmosférica entre os dias 24 e 26;

• Prevê-se que o risco de incêndio se mantenha no nível Máximo. Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt

.

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

• Considerando a previsão meteorológica, esperam-se condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.O SMPC recorda que, de acordo com as disposições legais em vigor, não é permitido (a):

• Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;

• Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;

• Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;

• O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;

• Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;

• A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas. Nos locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja de nível MÁXIMO, não é permitido (a):

• O Uso de motorroçadoras (excepto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores e evite o uso de grades de discos. O SMPC recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, ou através da Linha “Proteção 24” (808 282 112).

  • PARTILHAR   

Outros Artigos