(Z1) 2024 - CM de Vila do Bispo - Festival do Perceve
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

PSD crítica falta de investimento nos serviços básicos em Portimão

PSD crítica falta de investimento nos serviços básicos em Portimão

O mote para a discussão sobre este assunto surgiu hoje em reunião ordinária do Executivo da Câmara de Portimão, a propósito das intervenções levadas a cabo por esta autarquia na freguesia da Mexilhoeira Grande na repavimentação de alguns troços da rede viária. 

Os Vereadores eleitos pelo Partido Social Democrata, Ana Fazenda e Rui André consideram mesmo que estes trabalhos que são pouco mais que uma pintura destas vias constitui uma oportunidade perdida porquanto a mesma não prevê intervenção ao nível de outras infraestruturas como era expectável.

Criticam assim estes eleitos locais que a Câmara deveria substituir algumas condutas de abastecimento de água pois as mesmas estão bastante degradadas e muitas delas até são feitas em material já em desuso em todo o país como é o fibrocimento, como todos os riscos associados para a saúde pública desta população.

A pouca informação sobre a eventual degradação e a consequente maior exposição a roturas nestas infraestruturas leva o Partido Social Democrata a uma atitude de perplexidade pelo desinteresse manifestado pelo Município pela necessidade de intervenção neste tipo de obras que, ainda que estejam entreteladas e gerem poucos votos, constituem uma preocupação para a população que vem apresentando queixas sobre a qualidade deste serviço nos últimos anos.

Consideram Igualmente lamentável os eleitos pelo PSD que não seja feita qualquer intervenção aos nível das infraestruturas relacionadas com os pluviais ainda que este constitua uma necessidade em alguns troços intervencionados.

Uma visão responsável e estratégica quanto aos problemas e ao futuro obrigavam a uma mudança de paradigma na Câmara de Portimão o que só parece ser possível com a mudança dos seus principais atores políticos, pelo que para o Partido Social Democrata, há uma enorme distância entre os reais problemas da população de Portimão e os seus responsáveis políticos, assim como há uma grande diferença entre os problemas com que a população se confronta diariamente, muitos dele associados a carências económicas, e os recheados cofres municipais, cheios de dinheiro espremido do esforço os portimonenses para pagar os desvarios da governança socialista na Câmara de Portimão. Mesmo com um programa de assistência financeira (PAM), e a necessidade de pagamento de uma dívida enorme, continuam os mesmos vícios e despesismo e também a falta de visão estratégica e intervenção em alguns problemas estruturais como aquele que hoje discutimos ao nível do saneamento básico.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos