(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

PSD Algarve rejeita que o Estado seja transformado numa perversa máquina de propaganda do PS

PSD Algarve rejeita que o Estado seja transformado numa perversa máquina de propaganda do PS

O PSD Algarve tomou conhecimento de que o Governo, representado pela Secretária de Estado da Educação, Alexandra Leitão, também candidata a deputada e os candidatos do Partido Socialista pelo Algarve participaram numa cerimónia promovida pelo Município de Olhão - liderada por um militante socialista - na qual foram entregues tablets a alunos. Esta prática é inaceitável.

O Estado não tem nem pode ter cor ou preferência. Esta conduta lesa a imparcialidade e coloca o Estado ao serviço de objectivos partidários. Este episódio não é, infelizmente, caso único. Nos últimos dias, os candidatos do PS no Algarve - nessa qualidade -também participaram numa cerimónia de associações de pescadores no âmbito das festas de Montegordo, tendo um candidato a deputado e membro do Governo - José Apolinário - confundido ambos os planos e acabando por assumir na ocasião o papel de membro do Governo, retirando, imediatamente antes da entrega de prémios, o autocolante do PS que envergava.

O PSD Algarve espera que a Comissão Nacional de Eleições averigue e puna quem não cumpre a lei nem respeita os mínimos padrões de ética, mas sobretudo que o PS se liberta de tratar o Estado como se fosse uma coutada sua.

A Comissão Política Distrital do PSD/Algarve

  • PARTILHAR   

Outros Artigos